Após escândalo dos respiradores, secretário de saúde do Estado pede exoneração

O Governo do Estado de Santa Catarina emitiu uma nota na noite desta quinta-feira, dia 30, comunicando o pedido de exoneração do secretário de Estado e Saúde, Helton de Souza Zeferino.

O pedido vem após uma grande polêmica, alvo de investigação policial, do MP, da Justiça e do TCE, sobre a compra de 200 respiradores no valor de 33 milhões de reais. 

Confira a nota 

Nota Oficial
O Governo do Estado de Santa Catarina comunica que no fim da tarde desta quinta-feira, 30 de abril de 2020, o governador Carlos Moisés recebeu do secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, o seu pedido de exoneração.
O Governo agradece os serviços prestados pelo secretário em prol das políticas públicas de saúde dos catarinenses, ao tempo que reconhece as conquistas e avanços da pasta sob o seu comando.
Cabe registrar que a quitação da dívida da saúde, estimada em quase R$ 750 milhões, e a construção da política hospitalar catarinense, em parceria com os municípios e hospitais filantrópicos, são resultado do trabalho efetuado desde o início de 2019.
Em especial, ainda, a coordenação das ações do Estado de Santa Catarina no combate à pandemia da Covid-19, que traz até aqui resultados diferenciados para o nosso Estado no comparativo com o Brasil em relação à baixa taxa de letalidade assim como na exemplar preparação do sistema de saúde pública de média e alta complexidade.
O nome do novo secretário de Estado da Saúde deverá ser divulgado nos próximos dias.

 

Comente Abaixo