Assinado decreto que agilizará ações de combate à dengue

Na última sexta-feira (26), o prefeito Fabrício Oliveira assinou o Decreto Nº 9.387, que permite que o município contrate serviços de caráter emergencial de limpeza para terrenos públicos ou particulares que estejam oferecendo risco à saúde pública. O serviço deverá ser coordenado e fiscalizado por um conjunto de órgãos envolvidos com as Secretarias de Saúde, Segurança, Obras, Educação, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

A medida foi tomada levando em consideração o problema de terrenos utilizados irregularmente como depósito de lixo, bem como o crescimento da vegetação, que contribui para os criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre amarela, zika vírus e chikungunya. O decreto facilita e agiliza os trabalhos de limpeza, já que o trâmite de localização e notificação dos proprietários de terrenos com esse quadro costumam a demorar, tornando o trabalho da equipe da vigilância ambiental moroso.

Medidas contra a dengue

Na sexta-feira (26) e no sábado (27), duas aplicações de fumacê foram realizadas nas proximidades da Rua 1822 e da Rua 1931, respectivamente. As aplicações costumam ser realizadas em locais onde algum morador foi diagnosticado com a dengue, das 5h às 8h e das 18h às 20h, horários em que as interferências do vento e da temperatura são menores, o que faz com que o veneno não mude de direção na hora de ser aplicado. Nos locais onde a movimentação de pedestres costuma ser maior, a aplicação ocorre nos primeiros horários.

Atualmente, 11 casos de dengue foram confirmados em Balneário Camboriú, sendo seis deles autóctones (doença transmitida dentro da cidade), um importado (morador da cidade que contraiu a doença em viagem) e quatro indeterminados (não se sabe onde contraíram a doença).

Comente Abaixo