Atletas de Balneário Camboriú batem recordes nas Paralimpíadas Universitárias

Os atletas do Paradesporto da Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú (FMEBC) participaram nesta quinta-feira (25) da Paralimpíada Universitária 2019, em São Paulo. O município foi representado por três atletas, que conquistaram ouro e prata nas suas respectivas categorias, além de baterem recordes.

Paulina Pereira da Silva competiu nas classes T37 e F37, e bateu o recorde universitário em duas das três categorias que disputou. Nos 100 metros rasos, a atleta conquistou o ouro e bateu o recorde com a marca de 16,05s, nos 200 metros rasos, também garantiu o ouro e o recorde, registrando 34,31s. Já no salto em distância, Paulina conquistou a medalha de prata, obtendo um ótimo resultado na competição. “Estou muito feliz com os resultados fiz minhas melhores marcas pessoais e bati recorde universitário nos 100 e 200 metros, os treinos foram bem fortes para está competição e ter atingido meus objetivos foi sensacional”, comemorou.

O atleta Cleiton Freitas disputou pela categoria F53, e conquistou três medalhas de ouro e mais o recorde em duas categorias. No lançamento de disco, conquistou o ouro e o recorde marcando 12,34m, no lançamento de dardo, garantiu a medalha de ouro, registrando 12,94m. O segundo recorde veio com o arremesso de peso, onde o atleta conquistou a terceira medalha de ouro, marcando 5,75m.

A professora e atleta da FMEBC, Gévelyn Almeida, competiu na classe F55, batendo o recorde universitário e brasileiro em duas das três categorias que disputou. Recorde e ouro no lançamento de disco, registrando 17,28m, e recorde e ouro no lançamento de dardo, onde marcou 14,20m. No arremesso de peso, garantiu o terceiro ouro, marcando 6,56m. “Foi uma surpresa a gente ter conquistado tantos recordes brasileiros e universitários, continuamos na preparação para as grandes competições que ocorrem esse ano. Para nós, de Balneário Camboriú, os resultados mostram que o trabalho feito pela FMEBC com o paradesporto, vem conquistando cada vez mais o seu espaço”, concluiu.

Os professores responsáveis pela preparação dos atletas são Gévelyn Almeida e Caike Rovigo.