ATUALIZAÇÃO: GAECO cumpre mandado de busca em laboratório de Balneário Camboriú

Uma ação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) de Santa Catarina, realizou mandados em um laboratório de exames de Balneário Camboriú.

O GAECO realizou mandados de busca na sede da empresa que realiza testes de COVID em tendas espalhadas pela cidade. O grupo também esteve na sede da DIVE municipal para a entrega de alguns materiais apreendidos.

De acordo com informações da 6° Promotoria de Justiça de Balneário Camboriú, o estabelecimento, tanto no endereço principal quanto nas tendas, havia sido interditado em maio deste ano por falta de alvará sanitário, mas em novembro permanecia funcionando.

A Vigilância Sanitária também teria constatado que os testes contra covid-19 e termômetros utilizados não tinham o número de registro na ANVISA nas embalagens, e os testes eram aplicados em locais inadequados de acordo com as normas sanitárias. Além disso, não estaria alimentando o sistema oficial do Ministério da Saúde (E-SUS/VE) para acompanhamento e estatísticas da COVID.

Ainda de acordo com o MP, tudo está sendo apurado em procedimento próprio pela 6ª Promotoria de Justiça, que requereu a medida cautelar de interdição e a busca e apreensão, deferidos pela Justiça. O material apreendido foi entregue e ficou sob a tutela da DIVE municipal.

A prefeitura se manifestou em nota

A Polícia Civil esteve na Vigilância Sanitária de Balneário Camboriú na manhã desta terça-feira (07), para trazer a documentação apreendida de uma empresa que fazia exame de COVID-19 denunciada ao Ministério Público pela própria Vigilância Sanitária Municipal.

A referida empresa estava com alvará sanitário vencido e não estava notificando os casos de Covid, que é de notificação obrigatória, com isso, atendendo denúncia feita pela Vigilância Sanitária, a empresa está sendo investigada, e policiais civis vieram trazer a documentação para que sejam tomadas as medidas necessárias contra o referido laboratório.

 

Atualização ás 16:33 para atualização de informações complementares

Publicidade