Audiência da Comissão de Transparência da Câmara discutiu o transporte coletivo de BC

O transporte coletivo na cidade foi tema de uma audiência pública promovida pela Câmara de Balneário Camboriú, através da Comissão de Transparência, Governança Pública e Accountability, na noite desta quinta-feira (25), no plenário da Casa.

A reunião foi aberta pelo presidente do Legislativo, vereador Marcos Kurtz (Podemos), e em seguida falaram os vereadores da comissão proponente, Omar Tomalih (Podemos, membro) e Eduardo Zanatta (PDT, presidente). O vereador André Meirinho (Progressistas), também membro da comissão, não pôde comparecer à audiência em razão de problemas de saúde na família.

Após, fizeram suas apresentações os representantes da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI), do BC Trânsito (a Autarquia Municipal de Trânsito de Balneário Camboriú), e da empresa PGTur, a nova concessionária do transporte coletivo na cidade.

Apresentações e questionamentos

João Luis Demantova, consultor de gestão da AMFRI, apresentou o plano do sistema de transporte coletivo intrametropolitano da entidade, que visa conectar as onze cidades que fazem parte da região, com um circuito de linhas de ônibus com 60 quilômetros de extensão.

Ricieri Ribas Moraes, diretor-presidente do BC Trânsito, falou sobre os acontecimentos e as ações tomadas desde a decisão da Expressul, a antiga concessionária do transporte coletivo na cidade, de não mais operar no município, em outubro de 2020, até a transferência do contrato para a PGTur, em novembro deste ano, e apresentou o itinerário das linhas de ônibus iniciais, previstas para entrar em operação no próximo dia 1º de dezembro.

Rodrigo Gurzinski, sócio administrador da PGTur, falou sobre a empresa, as tecnologias que utiliza e os planos para a atuação em Balneário Camboriú.

A seguir, a palavra foi aberta aos questionamentos do público, tanto o que estava presencialmente no plenário, quanto o que assistia pelo Facebook e Youtube, e depois aos vereadores presentes. Por fim, os representes da AMFRI, do BC Trânsito e da PGTur responderam aos questionamentos.

Estiveram presentes os vereadores Alessandro Teco (Republicanos), Arlindo Cruz (PSD), Anderson Santos (Podemos), Cristiano (PL) e Juliana Pavan (PSDB), os vereadores mirins Ana Cristina Landim, Heloisa Ferreira, Letícia Campana de Goes e Marcos Domainski Junior, representantes de entidades da sociedade civil e cidadãos.

Para assistir à audiência na íntegra, cliquei aqui.

Publicidade