Bairro Brilhante receberá força-tarefa de vacinação contra a febre amarela

O Município de Itajaí fará uma força-tarefa de vacinação contra a febre amarela neste sábado (14). Equipes da Secretaria de Saúde e da Defesa Civil percorrerão as ruas do bairro Brilhante para vacinar os moradores em suas casas. A medida preventiva visa intensificar a proteção da comunidade contra a doença, já que um macaco foi encontrado morto na localidade nesta quinta-feira (12).

Ao todo, serão 10 equipes compostas por vacinadores, agentes de saúde, agentes de endemias e agentes da Defesa Civil irão de casa em casa verificar quem ainda não tomou a vacina contra a febre amarela. Caso o morador não tenha se vacinado, será disponibilizada a aplicação da vacina no momento da visita. A ação ocorrerá das 7h às 17h e é muito importante que os moradores recebam as equipes.

De acordo com o gerente do Núcleo de Zoonoses da Secretaria de Saúde de Itajaí, Lúcio Vieira, a equipe foi acionada nesta quinta-feira (12) para investigar as circunstâncias da morte de um macaco. O animal silvestre foi encontrado por cães na localidade do Brilhante. Embora não se tenha a confirmação da causa da morte do Primata Não Humano (PNH), a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) orienta que todo PNH, de qualquer espécie, encontrado morto (incluindo ossadas) ou doente no território nacional, deve ser considerado como suspeito de febre amarela.

“Estudos realizados pela DIVE-SC e Ministério da Saúde confirmam a presença do vírus da febre amarela no litoral de Santa Catarina e se que vem se expandindo para regiões com fragmentos de Mata Atlântica. Por isso, o protocolo prevê a vacinação da população no entorno como medida preventiva”, explica Lúcio.

A febre amarela é uma doença que se mantém no ambiente e é transmitida por mosquitos silvestre do gênero Sabethes e Haemagogus. O macaco não transmite a doença, mas atua como “Anjo da Guarda”, pois sinaliza a presença do vírus em determinada região. Estes animais também são vítimas da doença e são os primeiros a serem afetados por viverem nas matas, mesmo local que os mosquitos transmissores.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, falta vacinar 32 mil pessoas contra a febra amarela em Itajaí e atingir a meta de 95% da população imunizada. Até o momento, a cobertura vacinal corresponde a 80% da população. Todas as unidades de saúde possuem a vacina da febre amarela disponível, por isso a Secretaria de Saúde reforça que a população procure a unidade de saúde mais próxima de sua casa.

“Ainda falta imunizar várias pessoas do município. Quem nunca tomou a vacina deve procurar uma unidade e ficar protegido. Uma dose garante imunidade para toda a vida”, reforça a diretora da Vigilância Epidemiológica de Itajaí, Greyce Mayer.

A Secretaria de Saúde de Itajaí ressalta que a vacina da febre amarela é a única forma de evitar a transmissão da doença. A febre amarela pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dor no corpo, dor nas costas, mal estar, calafrios, náuseas, tonturas, dor abdominal ou olhos e pele amarelados. Nesses casos, a recomendação é buscar atendimento médico o mais breve possível.

Quem deve tomar a vacina

Desde o ano passado Santa Catarina se tornou área com recomendação da vacina da febre amarela. A vacinação é indicada para pessoas acima de nove meses de idade até 59 anos, que nunca tenham tomado à vacina. A dose é única e é oferecida nas unidades de saúde durante todo o ano.

No caso de gestantes e idosos com mais de 60 anos, a regra é buscar orientação médica.

Comente Abaixo