Balneário Camboriú tem 9 novos casos e acende alerta para nível de contaminação

De acordo com Boletim divulgado neste domingo (5), pela Vigilância Epidemiológica, Balneário Camboriú passou de 11 casos para 20 positivos para Coronavírus, tratando-se de moradores da cidade.

O número além de ser expressivo abre um alerta quando considerar que a rede hospitalar pública e privada está com ocupação de 30 leitos divididos entre casos positivos e suspeitos. Só de municípios vizinhos, há 5 positivos internados na rede hospitalar de Balneário Camboriú, outra parcela ainda aguarda resultados.

“Apesar do Estado divulgar, oficialmente 20 casos para nossa cidade, temos que considerar que muitas pessoas dos municípios vizinhos estão sendo tratados em nossos hospitais, estão em contato com nossas equipes e esse dado pode se desdobrar em dezenas de outros casos, que fogem da estatística vagarosa do Estado”, explicou o prefeito Fabrício Oliveira.

Outro agravante que chama atenção é a demora do Laboratório do Estado em emitir os resultados. “Além de não haver testes, os resultados não chegam com a efetividade necessária para respaldar as estratégias”, afirmou o prefeito.

Só no Hospital Ruth Cardoso, já são 14 funcionários com resultado positivo, 8 deles moradores de Balneário Camboriú.

Outras 43 pessoas aguardam o resultado. De acordo com a Secretaria de Saúde do Município, o número de monitorados também aumentou de 202, para 272 pessoas que estão em isolamento social, domiciliar e que não coletaram exames.

Internados

Ao todo, contabilizando casos da rede pública e privada, há 30 pessoas internadas na cidade entre confirmados e os que aguardam resultados de Coronavírus.
Vinte e três internações são na rede particular, sendo sete de Balneário Camboriú, sete de Itajaí, cinco de Itapema, uma de Camboriú, uma de Curitiba, outra de Porto Belo e uma de Barra Velha.

Já no Centro de Acolhimento e Tratamento do Coronavírus, são sete internados (6 na UTI), cinco de cidades vizinhas e apenas dois são moradores de Balneário Camboriú. Todos são casos suspeitos porque ainda não foi obtido o resultado do exame.

Alto nível de contaminação

Embora muitas pessoas ainda não tem levado a sério a gravidade da situação, é necessário destacar o poder de contaminação e a facilidade do contágio do vírus.

Toda e qualquer superfície pode ser um meio transmissor, até mesmo nas unidades de saúde, onde todos os cuidados são milimetricamente tomados, profissionais de saúde tem se contaminado com o Covid-19.

Enquanto estes profissionais estão na linha de frente ao combate do vírus, é necessário que fizemos nossa parte. Se pode, fica em casa. Se for sair, triplique os cuidados. Tudo é suspeito e é melhor pecar pelo excesso do que se contaminar pelo descaso.

Comente Abaixo