Balneário Camboriú vai sediar evento internacional inédito na América Latina

Não deu para a Ásia. Balneário Camboriú levou a melhor na disputa pela 29ª Conferência Internacional de Cristais Líquidos, que acontecerá em 2022 e trará aproximadamente 700 participantes de todo o mundo a cidade brasileira.

O evento, captado com o apoio do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau,  já passou por países como Estados Unidos, Canadá, Hungria e Japão e essa é a primeira vez que será realizado na América Latina.

Esse é o 4º evento no ano captado com o apoio do BC Convention, sendo o 2º internacional. A Coordenadora de Captação de Eventos da entidade, Bruna Pieta, destaca que esses quatro eventos devem somar mais de cinco mil pessoas na cidade e um impacto econômico estimado em R$ 11 milhões. Ela ainda ressalta que o processo para esta captação começou em 2018, quando o Professor Ivan Bechtold, do Departamento de Física da UFSC, apresentou o evento e demonstrou interesse em atuar como embaixador para traze-lo para cá. Após o apoio do BC Convention na montagem da candidatura, o professor encaminhou a proposta de Balneário Camboriú para a Sociedade Internacional de Crystal Liquido, que optou pelo Brasil.

A próxima edição do evento acontecerá em 2020, na cidade de Lisboa, em Portugal, oportunidade em que começará a ser divulgado o destino de Balneário Camboriú como sede oficial do evento em 2022.

Um exemplo de tela quebrada com o vazamento do Cristal Líquido (Foto: Google/Divulgação)

Cristal Líquido

Os cristais líquidos são uma classe de materiais que podem se apresentar em estados da matéria compreendidos entre o Líquido e o Sólido. No estado líquido cristalino os cristais líquidos apresentam simultaneamente propriedades físicas características dos líquidos e propriedades físicas típicas dos sólidos.

Diversos aparelhos de nosso cotidiano utilizam cristais líquidos para seu funcionamento, como os monitores, por exemplo, que vão desde uma simples calculadora portátil, celulares e até um televisor de alta capacidade de produção de imagens.

 

Por Roberta Watzko

Comente Abaixo