BRDE aprova R$ 1 bilhão com BNDES para investimentos na Região Sul

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, através da Diretoria de Operações, aprovou junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um limite de crédito de R$ 1 bilhão, válido para o segundo semestre de 2020.

O valor destinado ao BRDE para o próximo semestre é 45% maior que o do semestre anterior e será utilizado para financiar projetos de investimento em diferentes setores nos três estados da Região Sul. A aprovação do limite vem num momento em que as instituições integrantes do Sistema Nacional de Fomento (SNF) têm buscado alternativas e soluções de crédito para reduzir os impactos sociais negativos e as perdas econômicas causadas pela pandemia de Covid-19.

“O limite de crédito foi aprovado em um momento crucial, já que muitos segmentos têm sido bastante afetados pela pandemia, e serão beneficiados por meio do Programa Recupera Sul”, afirma o Diretor Presidente, Luiz Corrêa Noronha.
Também haverá uma destinação importante ao agronegócio, principalmente em investimentos do novo Plano-Safra.

“O BRDE é parceiro do BNDES desde 1965 e exerce historicamente um papel relevante na descentralização do acesso aos recursos do Banco aos produtores rurais, empresas e setor público. O novo limite de crédito será fundamental para a continuidade da nossa política de crédito voltada ao setor agropecuário, às micro, pequenas e médias empresas e, também, para o enfrentamento da crise econômica e social derivada desta terrível pandemia que todos nós enfrentamos”, comentou o Diretor de Participações, Mercado de Capitais e Crédito Indireto do BNDES , Bruno Laskowsky.

O Diretor de Compliance e Riscos do BNDES, Claudenir Brito Pereira, informou que “os resultados apresentados pelo BRDE possibilitaram que o BNDES aumentasse seu limite de crédito sem que houvesse aumento relevante no risco de crédito da instituição”.

Os recursos serão repassados com condições financeiras diferenciadas, em operações de longo prazo, e poderão ser acessados através do site do BRDE ou pelo atendimento das agências por e-mail [email protected], [email protected] e [email protected]

Comente Abaixo