Caças da FAB são rebocados do Porto até o Aeroporto em Navegantes

Uma megaoperação para o deslocamento de duas aeronaves modelo caça adquiridas pela Força Aérea Brasileira (FAB) movimentou as ruas de Navegantes, num trecho de dois quilômetros, na noite de sábado e madrugada de domingo. Os dois aviões vieram a bordo do navio Marsgracht e foram desembarcados no terminal Portonave no sábado.

Os aviões foram rebocados para o aeroporto de Navegantes em uma operação que iniciou por volta das 23h e encerrou por volta das 2h30, com a entrada das aeronaves por um portão lateral, na rua Manoel Leopoldo Rocha. A Operação Gripen E foi realizada pelo 25º Batalhão de Polícia Militar em conjunto com a Força Aérea Brasileira e Guarda Municipal.

Embora a Portonave não se manifeste a respeito das operações dentro do terminal portuário [devido à acordo de sigilo com a FAB], segundo informações extraoficiais, os aviões foram içados dos porões do navio pelos guindastes do terminal e tiveram o rodado instalado em solo.

Os dois caças são a primeira entrega de um total de 36 aviões comprados pelo governo brasileiro em 2014, a um custo de quase R$ 20 bilhões [na cotação de hoje]. O contrato entre a FAB e Saab – empresa sueca que construiu os aviões de guerra – também prevê transferência de tecnologia entre Brasil e Suécia – incluindo a montagem de aeronaves com espaço para duas pessoas. Os primeiros modelos que chegaram ao país são monoposto, com lugar apenas para um piloto.

A FAB ainda não confirmou a data de decolagem das aeronaves, mas a expectativa é que seja nessa segunda-feira, dia 4. Os dois Gripen voarão até a cidade de Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, onde fica o Centro de Ensaios da aeronave.

Esta é a segunda vez que a Portonave recebe aviões caça adquiridos pelo governo brasileiro. O primeiro avião que chegou ao Brasil foi em 2020.

Via Diarinho

Publicidade