Câmara de Vereadores vai investigar possível fraude na merenda escolar de Itajaí

A Comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Itajaí, presidida pela vereadora Anna Carolina Martins (PSDB), vai investigar possível fraude na merenda escolar da Rede Municipal de Ensino. O contrato entre o Município e a empresa Sepat Multi Service Ltda determina que a Prefeitura pague por refeição servida aos alunos. A denúncia feita por colaboradores da empresa é de que a empresa está cobrando mais refeições do que o número de alunos presentes nas escolas.

“A denúncia é grave, por isso iremos investigar com todo o rigor necessário na Comissão de Educação da Câmara e, caso comprovada a fraude, tomaremos todas as medidas cabíveis”, ressalta a vereadora Anna Carolina.

O requerimento, aprovado em regime de urgência na sessão desta quinta-feira (05), questiona a Prefeitura de Itajaí qual o motivo de não está sendo utilizado o sistema SigAlimentar, que faz o controle eletrônico das refeições servidas nas escolas e creches. Também questiona como está sendo realizado o controle e contagem das refeições entregues aos alunos.

A Comissão também solicita que seja encaminhada lista de presença dos alunos referente aos meses de março e junho de2021 e as planilhas de controle manual emitidas pelos servidores designados para fiscalizar as unidades de ensino.

Como as aulas retornaram em sistema híbrido, os parlamentares querem saber se houve alguma modificação contratual com a empresa Sepat Multi Service e se o Município disponibilizou alimentação escolar para os alunos do ensino remoto em 2021, e que apresente documentação comprobatória.