Camboriú carimba vaga na final do Catarinense 2022

A temporada do Camboriú FC é mágica em 2022. A consistência e força de vontade do tricolor garantiu a vaga na final do Catarinense após a vitória sobre o Figueirense no Estádio das Nações, em Balneário Camboriú.

Com o resultado, o time ainda garantiu a vaga na Copa do Brasil do próximo ano, entrando para a elite do futebol brasileiro.

O jogo aconteceu na tarde deste sábado (26) e contou com gols de Wesley Santos e Matheus Lagoa. O adversário será decidido entre Brusque e Concórdia no Augusto Bauer, em Brusque, no domingo (27).

Escalação do Camboriú:  Gabriel Felix; Lucas Barboza, Wesley Santos e Tetê; Leo Campos, Emerson Martins, Balotelli, Maicon Assis e Juliano; Bruno Mota e Jorge Henrique.

Escalação do Figueirense: Rodolfo; Muriel, Maurício, Luis Fernando e Zé Mário; Clayton, Oberdan e Jhon Cley; Luis Gustavo, Léo Artur e Gustavo Henrique.

Primeiro tempo:

O jogo começou pegado, digno de semifinal de Campeonato Catarinense e com bom posicionamento defensivo das duas equipes. Porém, as melhores oportunidades foram do Camboriú, que dependia de um empate para jogar a final. No cruzamento de Leo Campos, Jorge Henrique cabeceou na trave. Em outra boa oportunidade da Cambura, Leo Campos finalizou de fora da área e colocou Rodolfo para trabalhar.

Aos 18 minutos, houve uma preocupação para o lado do Camboriú. Isso porque Jorge Henrique sofreu um choque de cabeça e precisou ser atendido. No final, o jogador voltou a campo.

Foi a partir dos 30 minutos que o Figueirense se tornou mais ofensivo e levou perigo ao Camboriú. Jhon Kley tocou para Léo Artur próximo à área, mas o camisa 19 foi travado na hora da finalização. Um minuto depois foi a vez de Luis Gustavo finalizar em cima da defesa da Cambura.

Segundo tempo:

O Camboriú incendiou o jogo ainda mais no segundo tempo. No contra-ataque, Maicon Assis finalizou e a bola passou ao lado do gol. Porém, não demorou muito para o dono da casa abrir o placar e deixar o Figueirense em uma situação ainda mais difícil. Lucas Barboza cruzou e Wesley mandou a bola para dentro do gol aos oito minutos.

Enquanto Gabriel Felix fazia milagres para manter a vantagem ainda maior do Camboriú, o ataque ainda trabalhava para ampliar. Aos 25 minutos, Rodolfo fez um milagre para salvar uma finalização de Juliano, que queria deixar seu gol.

Para completar a vantagem e carimbar a vaga na final, Matheus Lagoa foi responsável pelo gol que enterrou o Figueirense. O Camboriú também garantiu uma vaga na próxima Copa do Brasil.

Via Esporte Campeão

Publicidade