Camboriú recebe a 150ª edição da Festa do Divino Espírito Santo

Os sentimentos de fé, esperança, alegria e devoção se espalham por Camboriú nos próximos dias, com o início da tradicional Festa do Divino Espírito Santo. A 150ª edição torna o evento ainda mais especial este ano trazendo aos munícipes uma programação extensa, com missas, novenas, procissões, cortejo, quermesses e muita celebração. Toda a programação é aberta à comunidade.

Na quinta-feira, dia 25, os fiéis fizeram o primeiro encontro das 150 bandeiras do Divino Espírito Santo, em frente à Igreja Matriz, seguindo em procissão até o Salão Paroquial, onde foi realizada novena e quermesse com pratos típicos. O padre Márcio Alexandre Vinholi, conta que essa programação segue até o dia 2 de junho e depois começam as festividades oficiais com a missa de ação de graças, cortejo, carreata, adoração, louvor e festejos populares.

“O encontro das bandeiras é realmente um momento bem importante para as festividades. Cada uma dessas bandeiras visitou cerca de 50 famílias, que agora se reúnem para participar das celebrações”, descreve. Padre Márcio explica que esses nove dias de encontro representam o tempo que os apóstolos estiveram reunidos junto com Maria no cenáculo à espera do Espírito Santo.

Durante todos os dias de festa, um grupo de movimentos e pastorais fica responsável pela quermesse, que conta com pratos tradicionais como o churrasco, tortéi, polenta com galinha, galeto com aipim, maionese e salada. No sábado, dia 27 de maio, também vai ter uma carreata com encontro das bandeiras no centro da cidade. Já entre os dias 3, 4 e 5 de junho, serão realizadas as Missas oficiais no Ginásio de Esportes Irineu Bornhausen, no centro.

Também haverá a cerimônia do cortejo saindo da casa do Imperador e Imperatriz da festa, os Festejos populares, Louvor e Adoração ao Espírito Santo na Igreja Matriz, Missa de ação de graças com sorteio do próximo Imperador e Imperatriz, Tarde de Prêmios e o Show Nacional com Diego Fernandes. Na segunda-feira, dia 5, é feriado municipal em virtude da Oitava do Divino.

Padre Márcio ressalta que essa é uma festa da família camboriuense e também para os que escolheram Camboriú para morar. “É uma festa de acolhida, que reforça o sentido da espiritualidade na família”. O Padre lembra que os festejos foram trazidos pelas famílias açorianas, como uma festa tradicional. “Pela história, sabemos que essa celebração foi iniciada pela rainha Isabel, em Portugal, que ofereceu ao Espírito Santo sua coroa se a paz reinasse em sua família”, explica. Todo o evento é organizado pelo Conselho da Pastoral da Paróquia do Divino Espírito Santo e conta com o apoio da Prefeitura de Camboriú.

Família imperial: um sinônimo de orgulho e gratidão

A professora Viviane Sedrez Gervásio, 39 anos, é fiel assídua da Paróquia do Divino Espírito Santo, já trabalhou como voluntária na cozinha nas últimas edições da festa e este ano está ainda mais envolvida com o evento. Ela é a mãe do Imperador, o jovem João Pedro, de 14 anos, e junto com o esposo José Alberto Gervásio, e a família da Imperatriz Júlia Helena Gardini, 14 anos – e seus pais Vilma Gervasi Gardini e Valmir Gardini, representam a família imperial da 150ª edição da Festa do Divino Espírito Santo.

A família imperial tem o papel importante de ajudar na organização, decoração e divulgação da festa, principalmente no cortejo. O Imperador e a Imperatriz são eleitos por sorteio mediante intenção da família em participar e assumir as responsabilidades do título. Viviane conta como foi a decisão de participar: “Eu sempre ajudei na cozinha da festa com a mãe da Júlia e brincávamos falando que se um dia eles quisessem participar, como os dois tem a mesma idade, que seriam juntos. No último dia das celebrações do ano passado, nossos filhos decidiram participar e colocamos na mão de Deus. Pedimos para o Espírito Santo abençoar e se fosse a sua vontade que nós fossemos os sorteados, iríamos honrar com orgulho e gratidão essa escolha. Por fim, quando anunciaram os nomes dos dois na igreja foi muita emoção e alegria para todos nós”.

Para Vilma Gervasi Gardini, 49 anos, mãe da Imperatriz, participar da festa como família imperial também está sendo uma grande honra. “Estamos todos muito felizes. A espiritualidade aumenta a cada missa, são todas lindas, realmente sentimos o poder do Espírito Santo na gente”, comenta.

Desde então, as duas famílias tiveram um ano para preparar e organizar as festividades desta edição. “Tem sido uma caminhada tranquila, tivemos alguns desafios, mas vale à pena. Vejo como uma manifestação de gratidão por tudo que Deus tem feito em nossas vidas”, defende Viviane. Agora, a expectativa para o cortejo e toda a programação está grande entre as famílias. “Vamos envolver 51 crianças e jovens no cortejo, representando vários bairros da cidade, vai ser bem lindo”, reforça.

A família imperial iniciou as celebrações com a Caminhada da Pentecoste, realizando missas e procissões em 15 comunidades cristãs da região. Com destaque para a que recebeu a primeira missa, que foi a comunidade de origem de Viviane, no Arraial dos Cunhas, em Itajaí, local que nunca havia recebido a festividade antes. “Queremos espalhar a alegria do Espírito Santo para todas as pessoas”, conclui.

Confira o cronograma completo da Festa do Divino Espírito Santo:

Encontro das bandeiras
O quê: Encontro das 150 bandeiras do Divino Espírito Santo com procissão até o Salão Paroquial
Quando: De 25 de maio a 2 de junho
Local: Saída em frente à Igreja Matriz
Horário: 19h30min

Novena
O quê: Novena e Quermesse
Quando: De 25 de maio a 2 de junho
Local: Salão Paroquial
Horários: 20 horas (Novena) e 21h (Quermesse)

Carreata
O quê: Carreata do Divino Espírito Santo
Quando: Dia 27 de maio (sábado)
Local: No centro da cidade
Horários: 9 horas

Programação oficial de sábado
O quê: Cortejo com saída da casa do Imperador| Missa | Festejos Populares
Quando: Dia 3 de junho (sábado)
Local: Rua Victor Pedro Correia, nº 300, centro (saída do Cortejo) | Ginásio Irineu Bornhausen – no centro (Missa) | Salão Paroquial (Festejos Populares)
Horários: 18h30min (Cortejo) | 19h30min (Missa) | 21h (Festejos Populares)

Programação oficial de domingo
O quê: Cortejo com saída da casa da Imperatriz| Missa | Festejos Populares| Louvor e Adoração
Quando: Dia 4 de junho (domingo)
Local: Rua Presidente Costa e Silva , nº 294, centro (saída do Cortejo) | Ginásio Irineu Bornhausen – no centro (Missa) | Salão Paroquial (Festejos Populares) | Igreja Matriz (Louvor e Adoração)
Horários: 9 horas (Cortejo) | 9h30min (Missa) | Festejos Populares durante todo o dia |19h30min (Louvor e Adoração)

Programação oficial de segunda-feira (Feriado Municipal 8º do Divino Espírito Santo)
O quê: Missa de Ação de Graças| Almoço | Tarde de Prêmios| Café da tarde | Show Nacional com Diego Fernandes
Quando: Dia 5 de junho (segunda-feira)
Local: Ginásio Irineu Bornhausen (Missa e Show Nacional) | Salão Paroquial (Almoço, Tarde de prêmios e Café da tarde)
Horários: 10 horas (Missa) | 12 horas Almoço | 14 horas Tarde de Prêmios|
16 horas Café da tarde | 19h30min Show Nacional

Publicidade