Camboriú tem 17 casos de coronavírus em dois asilos

O governo do estado confirmou nesta sexta-feira (17) que 17 pessoas estão com Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, em dois asilos de Camboriú. Desse total, 13 são idosos e quatro, funcionários.

Dois idosos confirmados para coronavírus morreram na cidade. Ambos morreram no dia 14.

Em asilo, um idoso de 84 anos, residente de uma unidade no bairro Rio Pequeno, e estava internado no Hospital do Coração, em Balneário Camboriú.

O outro caso é de uma senhora de 75 anos, moradora do Monte Alegre, que estava internada no Centro de Atendimento do COVID-19 em também Balneário Camboriú.

Contaminação em Asilos

O caso começou a ser acompanhado pelas autoridades de saúde no dia 9 de abril, quando foi confirmada a doença em uma funcionária. Antes de receber o resultado, ela passou três dias com sintomas leves tendo contato direto com idosos de um dos asilos. Quando sentiu falta de ar, procurou o hospital e fez o teste.

Enquanto isso, no outro asilo, um idoso começou a apresentar os sintomas e também teve o resultado positivo para Covid-19. Após denúncia, a prefeitura foi acionada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), que pediu ao governo do estado para testar todos os idosos e funcionários desses dois asilos. Foram feitos 91 exames.

Por determinação do Ministério Público, quatro idosos permaneciam isolados no hospital de Camboriú, até a noite desta sexta. Os outros passam bem e estão em isolamento, nas casas de repouso que possui área para tal.

Outra paciente, de 94 anos, chegou a ficar internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Balneário Camboriú, e recebeu alta nesta sexta.

O governo do estado disse em coletiva na noite desta sexta que deve publicar em breve uma portaria com regras para os asilos. O objetivo é tentar frear a transmissão do vírus nesses locais.

Comente Abaixo