Camboriú: Um homem e dois menores assaltam empresa e levam carro da vítima para a casa.

A polícia Militar prendeu o trio que durante a madrugada de ontem assaltou uma fábrica de pães no bairro Tabuleiro, em Camboriú. Anderson Xavier de Oliveira, 22 anos, e dois adolescentes – um de 16 e outro de 17 anos – foram guentados com armamento de gente grande, drogas e com o carro do dono da empresa. E foi justamente por conta do carro que eles caíram, já que o veículo foi encontrado na garagem da casa de um dos criminosos.
Fortemente armados, entraram, às cinco da madrugada, na fábrica de pães, que há cerca de um mês começou a funcionar na rua Silveira, bairro Tabuleiro, em Camboriú. Eles tavam armados com duas pistolas de araque e uma escopeta (espingarda de grosso calibre com o cano serrado). O alvo do ataque era o Citroën C4 Pallas, placa MJP 3859, do dono da empresa.
Avisada logo depois do assalto, a polícia Militar passou a caçar os bandidos. As investigações indicavam que os suspeitos moravam no bairro Tabuleiro. Foi na garagem da casa de um deles, perto das 16h, que os PMs avistaram o carro roubado.

Pegaram os menores
O suspeito não tava na casa, então os policiais militares foram até a rua Eucalipto, que é um outro endereço onde ele costumava ficar. Lá, dois adolescentes, saíram correndo, mas acabaram detidos.
Na casa foram encontradas uma espingarda cal .32 com o cano serrado e as duas réplicas de pistolas usadas no assalto. Também foi apreendida uma mochila que continha munições de uma pistola .32 e vários apetrechos para recarregar munições deste calibre, uma máscara de palhaço que, segundo a polícia, era usada em assaltos, R$ 432, 26 pedras de crack, dois pés de maconha, uma chave micha, vários documentos, dois celulares e uma TV da marca Samsung que, suspeita-se, seja roubada.
Os garotos ainda indicaram onde estava o comparsa que participou da ação. Anderson foi encontrado e preso com a chave e o documento do C4 Pallas roubado. Ele também confessou ter participado do roubo.
Anderson já tinha sido preso outras cinco vezes por tráfico e uma vez por porte ilegal de arma. O adolescente de 16 anos tem, nas costas, cinco apreensões por receptação, dois furtos e um porte ilegal de arma. E o dimenor de 17 já caiu por furto (três vezes), dois roubos e uma receptação.

(Por Diarinho)

Comente Abaixo