Caminhão de Lixo tomba e moradores reclamam de descaso da prefeitura

Um caminhão da coleta de lixo, pertencente a Ambiental, tombou na Rua Timbó, esquina com Santa Cecília, no Bairro Várzea do Ranchinho, na noite desta sexta-feira (08).

O caminhão estava fazendo coleta no bairro quando, ao descer a Rua Timbó, escorregou na lama, perdeu o controle, bateu contra um muro e tombou. Por sorte, ninguém se feriu.

Em cobertura da nossa reportagem, os moradores relataram e denunciaram descaso da prefeitura com a situação do bairro.

De acordo com um morador que estava no local, já foi relatado o problema da rua diversas vezes ao poder público e nada foi feito. A situação piorou depois que a Águas de Camboriú abriu a rua para fazer a ligação da rede de água e deixou o solo instável.

“Toda vez que chove é isso. A gente tem que socorrer motociclistas e pessoas que caem. Depois que mexeram para fazer a rede de água, a situação piorou. Já reclamamos e a prefeitura não fez nada até agora.” relatou um morador.

Um segundo morador que falou com a reportagem, disse que chegou a falar com vereadores, mas estão até agora sem resposta da prefeitura. “Época de eleição o prefeito teve aqui na escola, falou um monte de coisa e disse da rede de água. Mas não foi capaz de colocar o pé na rua pra ver a situação.” desabafou.

Segundo o morador, só colocar algum material para estabilizar o terreno já ajudaria muito a população. Até as 10 da manhã deste sábado, ninguém da prefeitura havia comparecido no local.

Os funcionários da Ambiental conseguiram retirar o caminhão perto das 11 da manhã.

Obras no Bairro

Ao andar pelo bairro é visível o desleixo da empresa que executa a obra da rede de água. E não é só a Rua Timbó que sofre com a lama, outras ruas transversais a Santa Cecília, que corta o bairro, também sofrem com o mesmo problema.

O estado da Rua Santa Cecília é um pouco pior no segundo trecho que liga ao bairro Canhanduba, em Itajaí. O número de buracos na via é enorme e o problema existe com ou sem chuva. “Ajuda a gente a divulgar isso, por favor. Quem sabe o poder público dá uma atenção ao nosso bairro.”, pediu um dos moradores.

Confira algumas imagens.

Publicidade