Carnaval 2021 foi adiado ou cancelado na maior parte do Brasil

A maior festa popular do Brasil foi cancelada ou adiada em grande parte do país este ano.

Nos quatro dias de festa, os foliões só tinham compromisso com o carnaval. O que pouca gente sabe é que os dias de folia não são um feriado nacional, mesmo constando nos calendários. Mas com a pandemia, a folga deste ano é incerta.

A União já decidiu que os dias 15 e 16 de fevereiro e até as duas da tarde do dia 17, quarta-feira de Cinzas, serão ponto facultativo para os órgãos públicos federais, e cada estado e prefeitura tem autonomia pra decidir se libera ou não os funcionários públicos.

Das dez maiores capitais, Rio, Salvador e Brasília seguem a decisão da União. Outras quatro, ainda não bateram o martelo ou não informaram o que farão. Três capitais já descartaram a folga.

Santa Catarina

O governador Carlos Moisés determinou a suspensão do ponto facultativo no período de Carnaval. Com a medida, todos os serviços da administração direta, autarquias e fundações do Poder Executivo estadual serão mantidos.

A decisão foi publicada no Diário Oficial (DOE) de sexta-feira, 29, por meio do Decreto nº 1.124/2021. Até então, estavam previstos pontos facultativos para os dias 15 e 16 e até as 14h do dia 17 de fevereiro.

Capital 

A Prefeitura de Florianópolis cancelou o recesso do serviço público durante feriado de Carnaval. De acordo com a administração municipal, medida foi tomada por conta da necessidade de que os serviços estejam disponíveis para a vacinação e atendimentos relacionados à pandemia da Covid-19.

Balneário Camboriú 

Em Balneário Camboriú nenhuma decisão foi tomada neste sentido e ainda está em vigor o decreto 10.242/2021 que mantem o feriado no dia 16 e ponto facultativo nos dias 15 e 17 até meio dia.

Camboriú e Itajaí

Até o momento, os dois municípios também não mudaram em nada o decreto que estabelece os feriados e pontos facultativos, e os prefeitos não se manifestaram sobre o assunto.