Centro de Eventos de Chapecó amanhece pichado antes de visita de Bolsonaro

Quem passou em frente ou próximo ao Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó, localizado na rua Assis Brasil, Centro, avistou paredes pichadas nesta quarta-feira (7). O local é o ponto de encontro do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com demais autoridades.

Nas paredes vandalizadas haviam palavras como “genocida”, “João e Bolsonaro genocida” e, ainda, “+ vacina – cloroquina”. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Chapecó, equipes pintaram as paredes antes da chegada da comitiva presidencial.

No Centro de Eventos foi montado o CAAC (Centro Avançado de Atendimento Covid), que funcionou por cerca de 40 dias no pico de contaminação do novo coronavírus. O espaço foi desativado há poucos dias, por não haver demanda de pacientes com a doença.

Bolsonaro vai participar de uma reunião com autoridades, inclusive com a presença da governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr e da secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

ND Online