Cinco festas foram encerradas neste sábado em Balneário Camboriú

Na noite deste sábado (18), uma ação integrada da fiscalização de posturas e Guarda Municipal intensificou a fiscalização em festas nas residências da cidade.

Após denúncias de moradores, a fiscalização esteve em uma festa em uma cobertura na rua Bruno Silva, no Bairro dos Pioneiros. No local constataram uma festa de cerca de 25 pessoas, onde havia consumo de bebida alcoólica, narguilé e DJ com equipamento profissional. O evento foi encerrado, o proprietário foi penalizado e terá que pagar multa, e os participantes foram identificados e terão seus dados encaminhados ao Ministério Público.

Em outro episódio, a GM recebeu denúncias de condôminos indignados com uma festa que ocorria em uma cobertura na rua 3.150. No local, foi feita a abordagem de dezenas de pessoas, a maioria do estado do Rio Grande do Sul. A festa foi interrompida e todo o som e bebidas alcoólicas foram recolhidos do local.

Já na madrugada de sábado, após denúncia de moradores, a fiscalização encerrou outra festa, dessa vez em uma casa no Bairro Nova Esperança.

Na madrugada de domingo (19), por volta de 4 da manhã, as equipes estiveram em uma cobertura na Avenida Atlântica. No local foi constatado a realização de uma festa, em residência alugada. A festa foi encerrada. Além do organizador, o proprietário do apartamento será penalizado com multa, por permitir este tipo de evento, descumprindo as normas de segurança para evitar o contágio do coronavírus.

Festa clandestina

Já na madrugada de domingo (19), a fiscalização recebeu denúncia de que estaria ocorrendo uma festa clandestina na rua México, no Bairro das Nações. No local, popularmente conhecido como “warunguinho”, equipes da GM encontraram bebidas e entorpecentes. A festa foi encerrada e todos os equipamentos de som e bebidas alcoólicas foram recolhidas. O responsável foi notificado e pagará multa.

Em todos os episódios, além dos eventos serem encerrados, os organizadores foram penalizados com multa e todos os participantes foram identificados e terão seus dados encaminhados ao Ministério Público, por atentar contra a saúde pública.

A fiscalização segue atuando, e denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp 47 99232-0187, pelo 153 na Guarda Municipal.

Comente Abaixo