Coluna Ácido Úrico – Jornal Linha Popular 20-06-2019

Deu Chabu

O assunto que ferveu na semana foi a operação Chabu da Polícia Federal. Entre os que receberam o “teje preso” foi o prefeito de Floripa, Gean Loureiro. Neguinho da Dubai brasileira estava que não passava uma agulha.

Chabu II

Teve ação na rua 3700, no centro de BC. Até o momento ninguém sabe quem foi o sortudo que amanheceu com os “homi” de preto na porta. O mesmo aconteceu na Capital da Pedra que teve dois presos e até agora ninguém sabe quem foi.

Chabu no Jornalismo

Quem aprontou feio e acabou levando muita gente ao erro (inclusive eu), foi a versão online do jornal Notícias do Dia, o ND+, ao noticiar que a casa do ex-tudo Leonel Pavan, havia recebido a visita da PF para um café da manha.

Desmentindo

Leonel Pavan, ao ver o burburo que estava rolando, tratou de ativar o modo youtuber e fez um vídeo almoçando com a família. Pavan deixou claro que estava tudo bem e tudo não passava de falácias. A declaração ainda rendeu mais outros dois vídeos. “Querem me derrubar”, declarou Leonel.

Fechou o Tempo

A sessão da última terça-feira na Câmara de BC, rolou bate boca entre os vereadores Gelson Rodrigues e Lucas Gotardo, ambos do PSB. Lucas deu a entender que faltou transparência e não teve tempo de estudar o projeto que autorizava um empréstimo para obras de drenagem e pavimentação. Gelson por sua vez chamou Lucas de tratante por tabela e disse que ele faltava com a verdade.

Provou

Não contente em dar a resposta a Lucas, Gelson matou a cobra e mostrou o pau. Apresentou a folha do protocolo, com recebido assinado por Lucas, uma semana antes da alegação de falta de tempo do vereador. Pegou mal hein.

Empréstimo

Acho interessante que, até o momento, o ex prefeito ERD ainda não se manifestou contra o empréstimo. Ele que gosta de dar pitaco em tudo, mas silenciava no próprio governo, não falou nada sobre o assunto. Será que é porque ele fez a mesma coisa em 2009, 2010, duas vezes em 2011 e em 2013?

Empréstimo II

Quem falou sobre o assunto foi Leonel Pavan. Ele disse que asfaltou as ruas de BC e nunca contratou empréstimo. Contratou sim. O “empréstimo” chamava-se Plano Comunitário de Pavimentação e fazia os munícipes pagar pelo asfalto que passava na porta de casa. Amnésia?

Asfalto

Por falar em asfalto, acho que Piriquito não vai se manifestar sobre o assunto. O governo dele executou uma ação que aplicou R$40 milhões em asfalto. Isso gerou outra ação, na justiça, chamada “Trato Feito”. A empresa que vendia o asfalto e aplicava 40% a menos, lembram? Silêncio vai predominar sim.

Comente Abaixo