Com quase 30% de abstenção, resultado saiu rápido em SC

As eleições de 2020 acabaram em Santa Catarina. O final da apuração foi por volta das 19h, conforme a expectativa dos dirigentes do TRE-SC (Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina).

Assim como no 1° turno, o TRE-SC recebeu a imprensa em uma estrutura montada no Centro da Capital para divulgar a apuração nas duas cidades.

Em meio a pandemia, 70% do eleitorado compareceu às urnas no 2º turno em Joinville e Blumenau – Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE/Divulgação/ND

Não houve registro de ocorrências policiais, tão apenas trocas de urnas, sendo 10 em Joinville e duas em Blumenau.

“As eleições de 2020 foram as mais tranquilas dos últimos anos”

Na visão do presidente do TRE-SC, desembargador Jaime Ramos, o segundo turno das eleições de 2020 foi o mais tranquilo dos últimos anos e, por isso, ele parabenizou eleitores e candidatos. Encerrada a eleição, a estrutura do TRE-SC segue trabalhando em torno de processos eleitorais.

“Agora temos o chamado rescaldo, tanto na área técnica, os servidores vão se dedicar a todo esse rescaldo das eleições, assim como o tribunal pleno. Os juízes das zonas eleitorais e, aqui no pleno, terão alguns recursos e faremos o julgamento tão cedo seja possível”, garantiu Jaime Ramos.

Participação do eleitorado

A abstenção foi maior em Blumenau neste segundo turno, na marca dos 31%. Em Joinville, o índice ficou em 28%. Dos 650.540 eleitores catarinenses que deveriam ir às urnas no 2º turno, 459.402 compareceram, ou seja, 70,61% do eleitorado.

O diretor-geral do TRE-SC, Daniel Sell, disse que havia um certo temor de que a abstenção fosse alta. Ele citou o exemplo de países da Europa, mas disse que com a abstenção na casa dos 30% em Santa Catarina, é um sinal de que o eleitor quer participar do processo eleitoral.

Colaboração e tolerância marcaram a eleição de 2020, de acordo com Daniel Sell. Foto: Anderson Coelho/ND

“Foi a eleição da colaboração e da tolerância. Estamos vivendo um momento inusitado para todos. Os eleitores entenderam isso, os órgãos públicos entenderam isso e as empresas também. Essa questão que nos une, sabendo a importância da democracia”, disse Daniel Sell.

No Brasil, quase 700 mil pessoas justificaram a ausência utilizando o aplicativo E-título. Nas duas cidades de Santa Catarina, 12.720 pessoas fizeram o mesmo. Os prefeitos eleitos tomam posse no dia 1º de janeiro de 2021.