Corpo de Jesse Kozechen pode levar dois meses para chegar ao Brasil

Na tarde desta quinta-feira (26), a Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais (SAI), informou que o corpo do influenciador Jesse Kozechen, pode levar até dois meses para chegar ao Brasil, procedimento comum dos Estados Unidos. Porém, como o caso teve repercussão, estão tentando agilizar o processo para que o corpo chegue o quanto antes.

Ontem (25), foi emitida uma nota pelo Governo de Santa Catarina. Confira na íntegra:

“Por determinação do governador Carlos Moisés, a Secretaria de Assuntos Internacionais do Governo de Santa Catarina está, desde ontem, em contato com o Itamaraty para acompanhar, de perto, os trâmites para o translado do corpo do catarinense Jesse Kozechen ao Brasil e das cinzas de seu pet Shurastey, cremado nos Estados Unidos.

A última informação dada pelo secretário de Assuntos Internacionais, Fernando Raupp, é que o Consulado Brasileiro em São Francisco, na Califórnia, está em contato com a tia do rapaz, Susana Kozechen. Uma funerária já foi contratada e, neste momento, é aguardado o atestado de óbito americano. Assim que houver essa liberação, a Secretaria disponibilizará de mais informações”.

Segundo Raupp, a situação está sendo acompanhada de perto e todos do Governo do Estado lamentam a morte do rapaz e de seu cãozinho, transmitindo seus sentimentos aos familiares e amigos.

Jesse e o Golden Shurastey, morreram em um acidente de trânsito no estado de Oregon, nos Estados Unidos, na última segunda-feira (23). O corpo de Jesse deve ser velado e enterrado em Balneário Camboriú. A família ainda avalia se vai fazer uma cerimônia aberta ao público.

SCC 10

Publicidade