CPI vai convocar gestor da empresa Transpiedade para prestar depoimento

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) nº 1/2019, que investiga possíveis irregularidades na contratação do serviço de transporte público no município de Itajaí, realizou uma reunião na tarde desta quarta-feira (19).

No encontro, estavam previstos os depoimentos do gestor da empresa Transpiedade, Rodrigo Corleto Hoelzl, do controlador-geral da Prefeitura de Itajaí, Rafael Luiz Pinto, e do ex-servidor Roberto Carlos de Souza.

Entretanto, Rodrigo Corleto Hoelzl e Roberto Carlos de Souza Júnior não foram localizados e, por isso, não receberam a convocação. Já Rafael Luiz Pinto apresentou documentação de compromisso previamente agendado para a mesma data. Desta maneira, os três serão convocados novamente. Os depoimentos estão previstos para a próxima quarta-feira (26).

Além disso, durante a reunião, a Comissão também decidiu encaminhar documento à Transpiedade para que responda, em até 48 horas, dois requerimentos com informações sobre os serviços prestados em Itajaí e os balancetes da empresa. Caso não haja resposta, a CPI deve acionar a justiça para obter as respostas.