Detido por assalto de mulheres em BC foi solto e depredou carros na delegacia

O assaltante Rafinha, que atacou duas mulheres na rua 1926, no centro de BC, em frente ao edifício Akhenaton, aprontou poucas e boas antes de ter a prisão preventiva decretada pela justiça.

O assalto rolou no sábado à noite, e foi registrado pelas câmeras de monitoramento de um  prédio. As mulheres estavam conversando, sentadas em frente ao edifício, quando Rafinha, fazendo pose de quem estava armado, se aproximou e anunciou o roubo.

O cara ordenou que as mulheres entregassem celulares e o dinheiro. O roubo não levou um minuto e o bandido fugiu de bicicleta.

Na manhã de domingo, 12 horas após o crime, os guardas municipais prenderam o assaltante na esquina da avenida Brasil com a rua 2000.

Rafinha, que já tem passagens por roubo, furto, dano, posse de drogas e ameaça, foi levado pra central de Plantão Policial. Como ele não foi preso em flagrante, o delegado Uiliam Soares da Silva não pode mantê-lo preso.

Rafinha foi liberado da delegacia na tarde de domingo.  Revoltado ou com saudades da jaula, o bandido depredou três carros na rua da delegacia. Um carro de uma vizinha e outros dois de policiais da delegacia. O assaltante foi preso, dessa vez em flagrante, e levado de volta pra delegacia.

Enquanto o delegado fazia o novo inquérito policial, a segunda vítima do assalto compareceu na polícia Civil e também fez o reconhecimento do acusado. O delegado pediu a prisão preventiva de Rafinha, que foi autorizada pelo juiz de plantão ainda na noite de domingo.

Rafinha está, desde então, preso no cadeião da Canhanduba à disposição da justiça.

Diarinho

Publicidade