“Dia D” de vacinação contra Influenza, acontece neste sábado em Camboriú e Balneário Camboriú.

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Os postos de saúde Balneário Camboriú abrirão no próximo sábado (13), das 8h às 17h, para o Dia “D” da Vacinação contra a Influenza. No município, 22.218 pessoas devem ser vacinadas até o dia 26 de maio. A meta do Ministério da Saúde para este ano é que sejam imunizadas, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários.

A vacinação, que iniciou no dia 17 de abril, está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, no Posto de Saúde Central, no Núcleo de Atenção à Mulher (NAM), Posto de Atenção Infantil (PAI) e no Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI).

Até a sexta-feira (5), 10.865 pessoas, o equivalente a 48.90%, já tinham sido vacinadas no município. No estado, dos 1.267.596 que precisam ser imunizados, apenas 589.090 (43,25%) já se vacinaram. No país, o número chega a ser bem mais baixo. Somente 11.922.072 (27,51%) doses foram aplicadas, sendo que 41.018.744 brasileiros fazem parte dos grupos prioritários, segundo dados do Ministério da Saúde, divulgados nesta segunda-feira (08).

“A procura pela vacina ainda está bem baixa, por isso solicitamos que todos que se encontram dentro dos grupos prioritários procurem o posto mais perto da sua casa para garantir a proteção contra a influenza, principalmente neste período que antecede o inverno”, comentou a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DEVE), Laís Emídio.

Segundo a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) os grupos prioritários para a vacinação contra a influenza são crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

CAMBORIÚ

O atendimento será das 8 às 17 horas, sem intervalo, em todas as unidades de Saúde da cidade. Além disso, o Posto de Saúde Central (que fica na Rua João Moraes, 341) atende em alguns dias da semana em horário estendido – todas as terças, quintas e sextas-feiras, a unidade fica aberta das 17h30min às 20 horas para vacinação. De acordo com o secretário de Saúde, Ronnye Peterson dos Santos, as ações têm como objetivo atender as pessoas que trabalham no horário comercial e ainda não conseguiram tomar a vacina.

A campanha de vacinação em Camboriú tem como objetivo imunizar 16 mil pessoas que fazem parte do grupo de risco. São elas: idosos acima de 60 anos, crianças de até 5 anos, gestantes, mães com bebês de até 45 dias, doentes crônicos, profissionais da saúde e educadores da rede pública e privada. A diretora da Vigilância em Saúde, Josiane Farias, revela que até o momento cerca de quatro mil pessoas foram vacinadas.  “Com a realização do Dia D e o início do horário estendido no Posto de Saúde do centro, esperamos conseguir imunizar mais 3 mil pessoas esta semana”, explica.

Para tomar a vacina é só ir até uma das unidades de Saúde, munido do cartão do Sistema único de Saúde (SUS), documento de identidade e carteira de vacinação. O secretário ressalta a importância de que as pessoas que integram os grupos prioritários aproveitem estas oportunidades para a vacinação: “É importante que todos os grupos definidos busquem esta proteção o quanto antes. É preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir o efeito”, observa.

Comente Abaixo