Discussão termina em morte no centro de Balneário Camboriú

Nesta quarta-feira, 27, por volta das 16h, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de ameaça, na Avenida Alvin Bauer, bairro Centro, Balneário Camboriú, na qual havia supostamente um andarilho perturbando e ameaçando um idoso no local.

Guarnição ao chegar no local, identificou o Corpo de Bombeiros já estava prestando atendimento a vítima Antônio Carlos Rodrigues Furtado, de 61 anos.

Foi apurado por meio das testemunhas,  que visualizaram da janela de seu estabelecimento comercial, uma discussão entre a vítima do fato e o autor do fato identificado como Fábio Leandro Schlindwein, de 44 anos, o qual trabalha em um estacionamento em frente ao referido estabelecimento comercial.

As testemunhas informaram que Fábio estava muito alterado e proferindo palavras impróprias de cunho ofensivo à Antônio Carlos. Relataram que a vítima neste instante afastou-se de Fábio, entretanto, a discussão continuou.

A vítima foi para a calçada e em seguida, Fabio iniciou com as agressões. Após o ato, a vítima caiu no chão, e o autor continuou as agressões. A vítima levantou-se e pediu para cessar com a agressão, pedido este ignorado pelo agressor. Neste momento, a vítima caiu novamente no chão, desta vez, desacordado.

A viatura do SAMU também deslocou ao local e prestou atendimento a vítima que estava em parada cardíaca, entretanto, a vítima não resistiu e veio a óbito no local.

Foi acionada a Polícia Civil, IML e a Perícia, os quais compareceram no local.

A PM emitiu uma nota dizendo que em conversa com populares, a briga seria política.
O delegado do caso, falou em entrevista na Rádio Menina, que foram ouvidas testemunhas que disseram que a briga era por uma dívida do Antonio com o Fábio.
Fábio optou pelo direito de permanecer em silêncio no depoimento.

(A foto sem tarja, não foi repassado pela Polícia Militar)

Comente Abaixo