Eleições 2022: Pêra, uva, maçã e salada mista em Balneário Camboriú

Depois das filiações inesperadas que deu uma bagunçada geral nas siglas da cidade, mais acontecimentos tem provado que a famosa frase “Na política até boi voa” faz todo o sentido.

Não é de hoje que venho falando que o Podemos está no colo de Moisés. Teve até briguinha no grupo do partido estadual, com direito a textão e tudo. Mas no fim das contas estão tudo alinhadinho e agregando mais.

Fabrício, Moisés e Pavan

Que o PSDB também andou se engraçando com Moisés, não é surpresa para ninguém. A vontade dos tucanos em ter uma chapa de oposição só não é maior do que a vontade de estar em evidência, nem que para isso tenha que se amontoar com históricos inimigos e fazer boi voar. Pavan e Piriquito abraçados em 2020 que o diga.

Dizem por ai, ainda sem registros fotográficos, que Fabrício levou Moisés para uma visitinha na gaiola do tucano mor de Balneário Camboriú, Leonel Pavan. A informação teria sido confirmada pelo próprio Pavan a um blog local.

Fabrício, Moisés e Pavan II

A conversa seria a articulação de candidaturas e a própria chapa majoritária. Embora Pavan tenha uma certa preferência por Colombo, o distanciamento do MDB com relação a Moisés abre uma porta enorme para o PSDB até mesmo emplacar um vice para concorrer ao governo do Estado. Além disso, ainda surgiu no papo a candidatura de Juliana Pavan para deputada estadual.

Juliana Pavan Estadual

Embora ela mesma tenha descartado a ideia por várias vezes, parece que Juliana andou pensando melhor e deve concorrer a uma cadeira fofinha da ALESC neste ano. Tudo a pedido do seu pai, do PSDB e até mesmo do próprio Fabrício que, de candidato ao governo, virou articulador do Podemos. Juliana esteve conversando até com seu suplente, Aldemar Bola, na tarde desta terça-feira (05). Juliana, que está beeem alinhadinha e com um pé no governo Fabrício, teve influencia de uma possível parceria com outra mulher.

Mozara Paris Federal 

Quem deve lançar a candidatura a deputada federal pelo Podemos, em parceria com Juliana pelo PSDB, é a primeira dama de Balneário Camboriú, Mozara Paris. A esposa de Fabrício Oliveira já teria contratado até o Marketing para sua campanha. Ouvi isso de pelo menos 3 pessoas diferentes em 3 oportunidades diferentes. Questionei o prefeito se Mozara seria mesmo candidata ou se era apenas um devaneio de quem lançou a informação. Ele foi direto: “Ela não será candidata”.

Como já fiz outras perguntas e as respostas foram diferente do que realmente aconteceu, prefiro ficar com as informações das minhas fontes, que geralmente estão certas, tanto é que fui o primeiro a afirmar que Fabrício não renunciaria e vários outros acontecimentos.

E o MDB?

Ontem teve uma reunião de Piriquito com seus apoiadores para falar da pré-candidatura a deputado estadual pelo Republicanos, partido em que ele recém se filiou. O mais interessante da reunião que aconteceu no Savana Garden, foi a presença em massa da galera do MDB, inclusive vereadores. Mas o MDB não está compondo contra Moisés? Ou os vereadores vão apoiar Piriquito estando no Republicanos junto com o governador que tanto criticaram? O que será que o Maldaner vai pensar disso? Acho que vai acabar dando problema igual o Maneca com o PDT de BC.

E o MDB II?

Fiquei sabendo que dois nomes fortes do MDB estavam de fichinha assinada para mudar de partido. Será que deram pra trás com os acontecimentos dos últimos dias? Olha que seria uma baixa forte no partido hein? Um dos nomes tem histórico de tratar e não cumprir. Será que vai manter a tradição?

 


Eleições 2022: Pêra, uva, maçã e salada mista em Balneário Camboriú
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent

Publicidade