Em plena pandemia, prefeitura de Camboriú vai parar por mais de 20 dias

A prefeitura de Camboriú anunciou nesta segunda-feira (14) que vai parar suas atividades do dia 23 até o dia 14 de janeiro. De acordo com a nota, a medida visa economia aos cofres públicos.

Em meio a uma pandemia, onde não só a saúde mas todos os departamentos da prefeitura precisam de uma atenção especial, o prefeito Elcio Kuhnen e sua equipe resolvem tirar férias coletivas. Cômico se não fosse trágico.

Estamos em meio ao caos. A saúde em desespero, prefeitos de todo estado se mobilizando para aumentar leitos, conseguir recursos, indo atrás da tão esperada vacina e o prefeito “jaleco” resolve tirar uns dias de descanso. O “Modus Operandi” de Élcio em deixar tudo para os outros resolver.

Deve ter sido puxado o ano de eleição né? Já que nos outros anos pouco trabalhou.

A explicação sobre a suposta economia, bem forçada por sinal, não convenceu. Acredito que a prefeitura de Camboriú tem MUITAS necessidades nesse momento e se fosse para dar férias coletivas, deveria ter dado quando foi feita quarentena e a prefeitura também ficou fechada.

Nada vai funcionar no “palácio de pedra”. Apenas o Pronto Atendimento e serviços emergenciais da secretaria de obras. O mais engraçado foi para o destaque no final da nota: “Os atendimentos no Hospital Cirúrgico Camboriú (HCC) e o serviço móvel de urgência acontecem normalmente.”

Era só que me faltava parar o SAMU e o pronto atendimento também né?

 


 

Em plena pandemia, prefeitura de Camboriú vai parar por mais de 20 dias
Coluna Ácido Úrico – Por Gian Del Sent