Emasa dá início ao processo de licenciamento para dragagem e revitalização do Rio Marambaia

A Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú, EMASA, protocolou hoje (15) o pedido para liberação da Licença Ambiental junto ao IMA para a obra de dragagem do Rio Marambaia.

A EMASA recebeu o relatório da empresa contratada pela autarquia para a realização dos estudos ambientais exigidos pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina. O estudo está sendo analisado pelos técnicos da autarquia, junto a empresa, sendo possível dar entrada com o pedido de licenciamento.

A obra prevê a dragagem do rio, bem como a limpeza e contensão das margens e readequação da sua calha, em toda sua extensão descoberta. O anúncio foi feito pelo Diretor Geral da EMASA, Douglas Costa Beber.

De acordo com o Diretor, agora é fundamental que os edifícios legalizem a situação de acordo com a Lei Municipal 4260/2019 que prevê a declaração de regularidade sanitária por parte dos condomínios. Douglas explica que somente assim será possível devolver a vida ao Rio e cumprir com o objetivo de despoluir o mesmo.

Além da dragagem, limpeza e contensão das margens do Rio Marambaia, o projeto ainda prevê a criação do parque linear, juntamente com o projeto de reurbanização da orla da Praia Central da cidade, que está sendo desenvolvido pela Prefeitura Municipal junto com o escritório de arquitetura Índio da Costa.

A previsão é que a obra seja licitada tão logo o IMA libere a licença e os trabalhos iniciem ainda este ano.