EMASA faz primeiras vistorias do ano do Projeto Produtor de Água

As primeiras vistorias de 2021 do Programa Produtor de Água do Rio Camboriú foram feitas nesta quarta-feira (03). A equipe esteve em três propriedades inseridas no projeto na localidade da Limeira e no Braço e com o auxílio de drone, verificou se estavam cumprindo as condicionantes e contribuindo com a preservação dos recursos hídricos da bacia do Rio Camboriú.

Uma das propriedades vistoriadas, de Antônio Solano dos Santos, participa do projeto desde 2014 com 17 hectares de área conservada e 0,8778ha em processo de restauração. Com 30 hectares de área conservada e inserida em 2015, a propriedade de Renato Tadeu Rodolfo também foi vistoriada. E ainda, a propriedade de Valdir Vinholi, inserida desde 2018 integralmente no projeto com uma área de 30 hectares, foi verificada pela equipe.

“Todas estavam cumprindo os requisitos estabelecidos e estão aptas a receberem o auxílio por praticarem ações que contribuem com a nossa água”, mencionou a engenheira Ambiental, Rafaela Comparim Santos, responsável pelo programa.

Sobre o Produtor de Água

O Produtor de Água do Rio Camboriú foi criado pela Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú (EMASA) em 2009, inspirada pelo Programa Produtor de Água da Agência Nacional de Águas (ANA) e por experiências internacionais. A iniciativa destina parte dos recursos da arrecadação anual, para a conservação e recuperação da bacia hidrográfica do Rio Camboriú, incentivando proprietários rurais a adotarem práticas conservacionistas em suas propriedades. O projeto conta atualmente com 27 propriedades parceiras e possui 1.154,28 hectares de área conservada, além de 70,97 hectares em processo de restauração.