EMASA identifica esgoto de condomínio ligado a rede pluvial no Pioneiros

Nesta segunda-feira (09), após um amplo trabalho para localizar uma ligação irregular na drenagem da Rua Julieta Lins, no Bairro Pioneiros, a equipe identificou e lacrou a canalização de um extravasor de um condomínio, ligado á rede pluvial, com saída para o Rio Marambaia.

Além do lacre da tubulação irregular, foi aplicado auto de infração com multa de 10 UFM por unidade autônoma do condomínio. “Esse trabalho de identificação foi bem complexo e iniciou ainda em janeiro, fizemos vários testes com corantes e televisionamento da rede externa e não identificávamos o problema. Na semana passada, bloqueamos a rede, isolamos a caixa de inspeção onde havia a suspeita e verificamos que o esgoto retornava para a rede interna do prédio e extravasava na drenagem pluvial. Com isso, realizamos o televisionamento da rede interna do condomínio onde foi localizada uma abertura na canalização, que chegava no rio”, explicou a fiscal Sanitarista, Andressa Algayer.

O diretor-geral da Emasa lembra que nesse período, foram registradas algumas denúncias de manchas de tinta ou espuma no Rio Marambaia, e que a equipe do Se Liga na Rede realizou uma série de ações na tentativa de localizar essa ligação irregular na Rua Julieta Lins. “Foram testes com corantes e vistorias por televisionamento. Identificamos algumas irregularidades em caixa de gordura de um imóvel e Caixa de Inspeção (CI) próxima da drenagem, que estavam infiltrando e foram corrigidas. Mas só na última semana, após novas tentativas, é que identificaram esse extravasor ligado ao pluvial. Isso mostra como é complexo o trabalho no combate as ligações irregulares, e como é importante a participação da sociedade, dos síndicos e comerciantes, em se autofiscalizar com a emissão da Declaração de Regularidade Sanitária, que foi prorrogada agora até o dia 31 de agosto.”

Publicidade