Empresas de Itajaí são alvo de operação da PF contra o tráfico internacional de cocaína

Duas operações para combater o tráfico internacional de cocaína através de portos de Santa Catarina foram deflagradas pela Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (6). Entre os alvos de uma delas, estão empresas de Itajaí. Buscas também são feitas nas casas de sócios e de funcionários dessas empresas, suspeitos de envolvimento com as práticas criminosas.

No total, foram expedidos três mandados de prisão contra alvos em Itajaí, e mais oito mandados de busca e apreensão nas cidades de Itajaí (6), Navegantes (1) e Xaxim (1) nas duas ações.

As operações foram batizadas de “The Wall 2” e “Intrusão”. Conforme a PF, apesar de os casos não serem conexos, todos contaram com a participação de pessoas envolvidas no dia a dia de terminais portuários de Santa Catarina. 

A operação “The Wall 2” foi iniciada após a apreensão de 935 kg de cocaína no Porto de Itajaí, em janeiro deste ano. A droga estava escondida em uma carga de argamassa com destino à Bélgica. 

De acordo com a PF, durante a investigação foram encontrados indícios da participação da trading responsável pela exportação e também da empresa de logística contratada para entrega da carga lícita no porto, ambas sediadas em Itajaí. A operação recebeu esse nome porque um dos suspeitos já havia sido investigado na operação “The Wall”, deflagrada em 27 de agosto de 2019.

Já a operação “Intrusão” busca desarticular as atividades criminosas de motoristas de caminhão e funcionários portuários que, segundo a PF, utilizaram a facilidade de acesso aos portos de Itajaí e Navegantes para tentar exportar cerca de 1,5 toneladas de cocaína entre 2018 e 2020.

De acordo com a PF, a primeira tentativa ocorreu em outubro de 2018. Um container foi apreendido no Porto de Santos (SP) com 932 kg de cocaína. Ele teria sido embarcado no Porto de Navegantes, e tinha como destino final a Bélgica.

O segundo caso, em novembro de 2019, envolveu dois motoristas de caminhão que ingressaram no terminal portuário de Navegantes para tentar ocultar 445 kg de cocaína em um container com destino também com destino à Europa.

Já a última tentativa registrada ocorreu no Porto de Itajaí, em fevereiro deste ano. Na ocasião foram apreendidos 114 kg de cocaína no interior de um container.

As operações deflagradas pela PF têm o apoio da Receita Federal. Participam da operação 40 policiais federais e quatro servidores da Receita Federal do Brasil.

Comente Abaixo