Entenda a linha do tempo do crime que aterrorizou Criciúma

A polícia já começa a juntar as peças do caso que aterrorizou moradores da cidade de Criciúma, no Sul do Estado. Uma agência bancária foi alvo da ação de bandidos armados na madrugada desta terça-feira (1). Ao menos duas pessoas foram baleadas.

Pessoas foram feitas de refém durante a ação dos criminosos nesta madrugada – Foto: Dvivulgação/ND

Segundo a polícia, dezenas de bandidos, a bordo de veículos de luxo, cercaram acessos do município e renderam populares e funcionários municipais que realizavam a limpeza das ruas. As cenas aterrorizantes repercutiram em todo o país durante a madrugada.

Um cronograma, mostrando como os fatos ocorreram na cidade, foi divulgado nesta manhã pela Polícia Militar. Veja:

  • 23h40: criminosos armados, com armas de grosso calibre (5.56, 7.62 e .50), em cerca de 10 veículos lançaram um caminhão em frente ao 9ºBPM e atearam fogo. Em ato contínuo, efetuaram vários disparos em direção ao Batalhão atingindo vários cômodos, porém nenhum policial militar foi ferido;
  • 23:50: durante os disparos no Batalhão, uma guarnição de Rádio Patrulha e outra do PPT cruzaram com um dos veículos utilizados pelos criminosos na altura do Shopping Criciúma. Durante a troca de tiros, um policial foi atingido sendo internado no hospital Unimed e posteriormente transferido para o Hospital São José. Ele passou por cirurgia, mas o estado é grave. Após este fato, reforços foram solicitados ao Comando Geral da PMSC;
  • 00h: os criminosos foram em direção à área central de Criciúma, fecharam algumas ruas, abordaram veículos e iniciaram uma série de disparos de arma de fogo;
  • 00h10: os criminosos utilizaram explosivos para efetuar um roubo no Banco do Brasil sendo que os disparos ainda continuavam, fazendo uso inclusive de reféns sentados na via pública;
  • 00h30: confirmada a situação de caminhão sendo incendiado no morro do formigão em Tubarão;
  • 01h30: confirmada a utilização de um caminhão de lixo por parte dos criminosos;
  • 02h: por volta das 2h, os veículos dos criminosos se deslocaram para a cidade de Nova Veneza;
  • 03h: os reforços começaram a chegar;
  • 05h40: quatro pessoas, que fizeram o recolhimento de parte das cédulas de papel que estavam jogadas, ao chão em razão da explosão, foram detidas. Com os conduzidos foram localizados cerca R$ 810 mil;
  • 06h30: os veículos utilizados foram encontrados na Localidade de Picadão no município de Nova Veneza;
  • 08h aproximadamente: Quatro artefatos explosivos foram desativados pelo esquadrão de bombas do Cobra. Sendo três nas proximidades da praça do congresso e um na agência do Banco do Brasil;
  • Até o momento: buscas continuam.