Enterro de vítimas de atentado em creche reúne amigos e familiares

As cinco pessoas mortas no atentado à escola infantil Pró-Infância Aquarela em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, foram enterradas na manhã desta quinta-feira (5). As três crianças estão sepultadas lado a lado no Cemitério Municipal da cidade.

Além delas, os corpos das duas funcionárias da creche também foram enterrados no cemitério. A cerimônia de sepultamento, que reuniu centenas de pessoas, foi por volta da 11h.

ataque na unidade de educação ocorreu na manhã de terça-feira (4). Além das cinco mortes, o autor feriu um bebê de 1 ano e 8 meses. Ele passou por cirurgia e está em internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Após o crime, o assassino deu golpes contra o próprio corpo e foi levado ao hospital.

O velório teve início às 23h de terça-feira (4) e ocorreu no Parque de Exposições Theobaldo Hermes. Por volta das 4h desta quarta, familiares e amigos dos mortos fizeram uma pequena celebração. Às 9h, uma missa de corpo presente reuniu várias pessoas no local.

Logo depois, os corpos foram levados ao cemitério, localizado a 300 metros de onde foi o velório (veja as fotos abaixo).

Vítimas a ataque em Saudades são enterradas nesta quarta-feira (5) — Foto: Sirli Freitas/ NSC TV

Vítimas a ataque em Saudades são enterradas nesta quarta-feira (5) — Foto: Sirli Freitas/ NSC TV

Cemitério Municipal de Saudades nesta quarta-feira (5) — Foto: Sirli Freitas/ NSC TV

Cemitério Municipal de Saudades nesta quarta-feira (5) — Foto: Sirli Freitas/ NSC TV

Velório das vítimas da tragédia em creche de Saudades por volta das 9h20 — Foto: Mateus Castro/ NSC TV

Velório das vítimas da tragédia em creche de Saudades por volta das 9h20 — Foto: Mateus Castro/ NSC TV

Velório de vitimas ocorre no ginásio da cidade na manhã desta quarta-feira (5), por volta das 6h — Foto: Marina Dalcastagne/NSC TV

Velório de vitimas ocorre no ginásio da cidade na manhã desta quarta-feira (5), por volta das 6h — Foto: Marina Dalcastagne/NSC TV

Quem são as vítimas

  • Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, era professora e dava aulas na unidade havia cerca de 10 anos
  • Mirla Renner, de 20 anos, era agente educacional na escola
  • Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses
  • Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses
  • Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses.

O que se sabe até agora:

  • Um homem de 18 anos invadiu a escola Aquarela com duas facas às 10h de terça (4).
  • A creche fica na cidade de Saudades (SC), 600km de Florianópolis, e atende crianças de 6 meses a 2 anos.
  • 20 crianças estavam no local sob os cuidados de 5 professoras.
  • A primeira pessoa que o assassino atacou foi a professora Keli Adriane Aniecevski. Mesmo ferida, ela correu para uma sala, onde estavam quatro crianças e a agente educativa Mirla Renner, de 20 anos.
  • O homem chegou até a sala e continuou os ataques, matando Keli e três crianças. Mirla chegou a ser socorrida, mas não resistiu.
  • Todas as vítimas foram atingidas com, pelo menos, cinco golpes de facão.
  • O assassino tentou entrar em todas as salas da creche, mas professoras conseguiram se trancar e proteger as crianças.
  • Na casa do assassino, a polícia encontrou R$ 11 mil e duas embalagens de facas novas.
  • A única sobrevivente do ataque é uma criança de 1 ano e 8 meses, que está na UTI.

 

G1 SC