Erro 404 na política regional

Quem nunca tentou acessar um site e apareceu uma mensagem com “Erro 404”?

Essa mensagem, de maneira geral, se refere a um conteúdo não encontrado. Seja por indisponibilidade momentânea ou simplesmente porque o conteúdo foi excluído e não está mais ao alcance de quem quiser acessá-lo. Não é só no mundo cibernético que isso acontece. No dia a dia do mundo da política também.

404 no alto clero

Tem prefeito e vice prefeito da nossa região que não se conversa desde as eleições em novembro de 2020. Embora tenham sido vistos juntos em diversas ocasiões, os chefes do executivo não sentam para conversar há mais de 60 dias. Um diz que não encontra, outro fala que dá perdido, e no fim das contas ninguém se fala e decide planos para a cidade que chefiam.

404 na Câmara 

Não adianta falar pra mim em recesso, diminuição de vereadores e economia. O que o povo quer é vereador que trabalhe e mostre serviço. O fato é são poucos que trabalham pra valer. Vai em uma sexta-feira na Câmara pra ver se encontra alguém. Em dia de sessão e olhe lá. Nem agenda na rua estão cumprindo e os assessores só vão lá para bater ponto, coitados.

404 na Câmara II

Alias, me mantenho com a opinião de que poderia ter 50 vereadores. O custo é o mesmo. Comprar 10 é mais fácil do que comprar 19, não esqueçam disso. O duodécimo constitucional é de até 6%, hoje a prefeitura repassa 3. O povo sabe que esse dinheiro não volta para o bolso deles, então a população quer um legislativo atuante. Vê se em Camboriú alguém reclama do custo da casa do povo. Lá o pau come. Ao menos era assim até 2020, agora com a maioria pró governo, temo que a Câmara se torne uma extensão do gabinete do prefeito.

404 no Prefeito

Quem anda tendo dificuldade para encontrar o prefeito Fabrício Oliveira é a sua base aliada. Alguns vereadores dizem que a última conversa foi nas prévias da eleição da Câmara, depois ficou difícil o contato. Engana-se quem acha que é só com vereador. Base de apoio não consegue contato com ele também. Cada dia uma desculpa diferente.

404 no Prefeito II

Na semana passada, quando muitos aqui estavam querendo dar um “pla” com o garoto do impeachment, ele foi para a capital manezinha em um compromisso. Galera só ficou sabendo depois que ele foi dar entrevista e se encontrar com o presidente do Grupo ND+, Marcelo Petrelli. O mais interessante é que a notícia do encontro também deu 404. Inexplicavelmente a matéria foi tirada do ar.

404 na entrevista 

Além de uma entrevista em vídeo para rede estadual, o ND publicou uma matéria onde falava do encontro do prefeito com o chefe do grupo de comunicação. Poucas horas depois a matéria saiu do ar e não voltou mais. Estranho. Será que a NSC reclamou?

404 na entrevista II

Aliás, por falar em rede estadual, dizem nos bastidores que o chefe do executivo da Maravilha do Atlântico anda estrela demais ultimamente. Depois da aprovação do alargamento então a coisa piorou. Falam ainda que o cara só pensa nos voos maiores e não perde uma oportunidade de mostrar a carinha para o estado todo. Só anda querendo veículo de comunicação grandão. Até os furos de reportagem, inclusive do alargamento, são exclusividades de canais estaduais. Enquanto isso, a imprensa local pena até para agendar uma entrevista. Nenito Costa que o diga.

404 nas vacinas

Encheram os grupos de Whats quando BC assinou a intenção de compra das vacinas com o Butantan. Depois que o instituto roeu a corda com mais de 180 cidades, inclusive Balneário Camboriú, ninguém falou mais nada do assunto. Nem a prefeitura esclareceu. Simplesmente mudaram a pauta para “vamos esperar as vacinas do Ministério da Saúde chegarem”, sem maiores explicações sobre o assunto.

404 na sombra

Outra matéria que encheram os grupos de Whats, foi a da BBC que chamava Balneário Camboriú de “a praia que perdeu o sol”. Embora os puxa de plantão e o próprio prefeito tenha divulgado como “alargamento da faixa de areia é destaque na mídia internacional”, a matéria falou muito pouco disso. Acho até que divulgaram assim porque poucos iriam conseguir ler o texto que está em espanhol.

404 na sombra II

A verdade é que o texto quis achincalhar com a cidade. Sequer citou que o município tem mais 9 praias para todos curtirem e ainda usou fotos de finalzinho de tarde, para evidenciar bem a sombra. O texto fala até que turistas se amontoam nas réstias de sol desafiando as restrições da pandemia. Oi?? Elogiou a segurança, mas comparar com Rio de Janeiro chega a ser piada né? Com todo respeito aos cariocas.

404 na sombra III

O longo texto tem 3 curtos parágrafos que falam do alargamento (SIM. Só 3 – imagem abaixo). Dos 3 parágrafos, o primeiro e o segundo cita a fala de Isaque de Borba, que minimiza a polêmica da sombra, e fala do anúncio do alargamento. E o último a fala do prefeito, que deixa claro que o alargamento não é para ter mais tempo de sol. Em resumo, a matéria desce a lenha na nossa cidade, mas como poucos leem em espanhol, fica por isso mesmo.

404 na sombra IV

Para finalizar, o texto encerra com uma entrevista do professor Marcus Polette e publica sua previsão catastrófica sobre a possível falta de água com a verticalização da cidade. Ele diz que falta água no pico do verão, algo que não ocorre há anos, e que o alargamento vai atrair mais gente o que pode agravar a situação. Em resumo, o “destaque” da mídia internacional é uma matéria que tenta denegrir a cidade de qualquer jeito, no mesmo estilo que foi aquela do Fantástico que até o vento foi colocado como um “absurdo”.

404 na prefeitura de Camboriú

Pra encerrar, quem passou fora do ar do dia 23 ao dia 14, foi o pessoal da prefeitura de Camboriú. Alegando economia, o paço municipal ficou sem atendimento. Só falta avisar a galera que o recesso já voltou. Teve muitos que emendaram. Avisa o prefeito também, Jaleco ligou o modo Piteco e desapareceu nos últimos dias.

 



Erro 404 na política regional

Coluna Ácido Úrico – Por Gian Del Sent