Estado ignora decisão judicial e bebês gêmeos seguem sem transferência

Dois bebês de três meses e dois dias, estão com a sua vida em risco devido à falta de UTI no estado de Santa Catarina. As informações são do colunista Marcelo Lula, do SC em Pauta.

O jornalista conversou com Daniela Gadotti Soares, mãe dos gêmeos. Segundo ela, os filhos que estão internados em Jaraguá do Sul, precisam urgentemente de transferência, caso contrário, o estado de saúde tende a se agravar.

A mãe relatou ainda que as crianças, após o nascimento, entraram em estado de coma, situação que permaneceu por 20 dias. Após feitos alguns exames os médicos constataram que há um erro de metabolismo, que está sendo causado por alguma doença ainda não diagnosticada, o que não permite o devido tratamento. Como o leite materno pode ter provocado a situação, as crianças estão recebendo uma alimentação especial. Um dos meninos já teve duas paradas cardíacas.

Para garantir a transferência, a família entrou com uma ação na Justiça contra o Estado, através do Ministério Público, tendo ganho de causa através de uma liminar. Desde abril, os médicos tentam uma transferência para um hospital de referência, que pode ser o Joana de Gusmão em Florianópolis, Pequeno Príncipe de Curitiba, ou Hospital das Clínicas em Porto Alegre. Segundo Daniela, a regulação do Estado responde que não tem vaga, situação que segue até hoje, mesmo com decisão judicial determinando a transferência, ou seja, a Secretaria de Estado da Saúde está descumprindo a decisão.

Confira a matéria completa no link abaixo

Moisés rebate as críticas ao uso do avião; Estado ignora decisão da justiça e crianças não são transferidas; PDT e PSOL devem deixar a frente de esquerda entre outros destaques

Publicidade