Ex-deputado federal Walmor de Luca morre aos 81 anos

presidente da casan walmor de luca consede palestra explicativa do contrato da empresa com o municipio de florianopois na camara de vereadores.credito:j.l.cibils

O ex-deputado federal Walmor Paulo de Luca morreu na manhã desta segunda-feira (9), em casa, em Florianópolis. Natural de Criciúma, ele tinha 81 anos e era marido da deputada estadual Ada de Luca. Walmor deixa duas filhas e três netas.

Graduado em Farmácia pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e filiado ao MDB (Movimento Democrático Brasileiro), partido de oposição ao regime militar instalado no país em abril de 1964, iniciou sua carreira política ao eleger-se vereador de Içara. Empossado no início de 1967, foi líder do seu partido na Câmara Municipal até o final da legislatura, em 1970.

Walmor também foi deputado federal pelo MDB por quatro mandatos, entre 1975 e 1991. Licenciou-se do mandado de deputado federal na legislatura 1987-1991 para exercer o cargo de Secretário de Estado, em março de 1989.

Entre 1991 e 1992 foi assessor parlamentar do Ministério da Saúde. De 1993 a 1995 foi presidente da Telesc (Telecomuicações de Santa Catarina). Em janeiro de 2003 foi nomeado, pelo governador Luiz Henrique da Silveira, presidente da Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) e do Conselho de Administração da empresa. Em 2007, assumiu o cargo de diretor vice-presidente da AESBE (Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais).

A deputada estadual Ada de Luca lamentou a morte do marido nas redes sociais. Segundo ela, Walmor “morreu em sua residência, sereno, despedindo-se de uma jornada divina e deixando um grande legado para nossa família e para Santa Catarina”. Ela ainda agradeceu, em nome da família, as manifestações de carinho. O horário e o local de sepultamento não foram informados.

Governador decreta luto oficial

O governador Carlos Moisés decretou, na manhã desta segunda-feira, luto oficial de três dias em razão da morte de Walmor de Luca.

O corpo será velado na Capela Funerária do cemitério do Itacorubi, em Florianópolis, das 16h até as 22h desta segunda-feira.

Depois, o corpo segue para a Câmara de Vereadores de Içara, onde será velado a partir das 8h desta terça-feira (10). As últimas homenagens serão realizadas às 16h, durante a cerimônia de cremação no Crematório Millenium, em Içara.

Comente Abaixo