Ex-miss de Balneário Camboriú está entre presos de operação contra tráfico internacional

A ex-Miss Mundo SC 2016, de Balneário Camboriú, Ivania Silva, está entre os presos da operação da Polícia Federal contra um grupo investigado por envio de cocaína para a Europa e por recrutar mulheres em diversos estados do país para atuarem como “mulas”. Segundo as investigações, a jovem, que tem 23 anos, ajudava no transporte da droga para o exterior, informou o NSC Notícias.

Em Santa Catarina, foi cumprido um mandado de busca e apreensão em Florianópolis e outros seis em Joinville, no Norte, Itapema, no Litoral Norte, e Balneário Camboriú.

Operação

Até as 16h, 37 pessoas haviam sido presas em todo o Brasil na operação. Além de Santa Catarina, as ações ocorreram no Rio Grande do Sul, no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no Mato Grosso, em Paraíba, no Amazonas e no Distrito Federal.

Também são executadas ordens judiciais para apreensão de 40 veículos (embarcações, caminhões, automóveis e motocicletas) e o sequestro de bens com valor estimado em mais de R$ 10 milhões.

De acordo com a PF, o líder do grupo mora em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Era da cidade gaúcha, e de Curitiba, no Paraná, que os criminosos recrutavam mulheres em vários estados brasileiros para que elas transportassem droga para o exterior, passando por aeroportos internacionais do Brasil.

As investigações iniciaram em março de 2019. No decorrer do inquérito policial, foram realizados diversos flagrantes em aeroportos brasileiros e no exterior, com 25 pessoas presas em flagrante, seis delas em Lisboa (Portugal), e quase duas toneladas de drogas foram apreendidas.