Ex-prefeito de Camboriú vai a júri popular em outubro

Edson Olegário, o Edinho Galo, ex-prefeito de Camboriú, Litoral Norte catarinense será julgado por homicídio qualificado no dia 31 de outubro. O político irá júri popular apontado como mandante da execução de Eneri Antônio Souza. O crime ocorreu em agosto de 2008 e outras quatro pessoas acusadas de participar do assassinato já foram condenadas.

O julgamento irá ocorrer no Fórum de Florianópolis, a pedido do Ministério Público. O político pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.



Edinho Galo foi prefeito do município entre 2005 e 2009. Ele chegou a ficar preso por cinco meses em 2010, mas conseguiu recurso da justiça para responder pelo crime em liberdade.

Segundo as investigações, o alvo do crime seria um vereador, irmão da vítima, e ocorreu por motivação política. Mas, Eneri estava na frente de casa no bairro Cedro foi atingido por disparos e morreu.

G1 SC

Comente Abaixo
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.
%d blogueiros gostam disto: