Fim de semana de feriado sem mortes em rodovias estaduais no litoral

A Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina divulgou na manhã desta segunda-feira (14) uma parcial da operação “Festas de Outubro” realizada em pelo menos 8 postos da PMRv na região do Vale, Alto Vale e Litoral do estado.

No período de 11 a 14 de outubro, nenhum acidente com vítimas fatais foi registrado na região que compreende a operação. Apenas uma morte foi registrada no estado, no município de Rio das Antas, no Meio Oeste, onde um motociclista foi a óbito após bater de frente com um carro.

Mesmo com fluxo intenso, rodovias abarrotadas e a movimentação decorrente das tradicionais festas de outubro, o número é positivo se comparado a 2018, que registrou 4 mortes na região.

Ao todo, foram registrados 52 acidentes nas rodovias estaduais em todo território de Santa Catarina, 28 deles sem vítimas e 24 com vítimas leves e graves.

Fiscalização

Ainda de acordo com o relatório parcial, a PMRv reforçou a fiscalização nas rodovias estaduais no fim de semana.

Ao todo, 1542 veículos foram abordados, 43 foram removidos por irregularidades e 67 CNHs foram retidas. A combinação bebida e direção continua sendo um dos maiores males do transito no estado, sento registrados 57 motoristas dirigindo embriagado.

Até o fechamento do parcial, são 169 policiais militares rodoviários e 62 viaturas empenhadas na operação. No total, foram 2.003 pessoas abordadas. Nove pessoas foram presas em flagrante, a maioria delas pelo crime de embriaguez ao volante.

Operação Festas de Outubro PMRv

O Comando de Policiamento Rodoviário através dos seus 24 Postos Rodoviários iniciou no dia 11 a “OPERAÇÃO FESTAS DE OUTUBRO”, a qual se estende até as 08h do dia 28 de outubro de 2019, com a finalidade de proporcionar segurança e comodidade aos usuários que trafegam pelas rodovias estaduais, assegurando-se a livre circulação e trabalhando na prevenção dos acidentes.

Nesta operação o policiamento de trânsito rodoviário será reforçado nos horários de maior movimento de veículos e em pontos críticos das rodovias, através de barreiras policiais, visando coibir a prática de infrações de trânsito, principalmente aquelas relacionadas com as principais causas dos acidentes neste período (excesso de velocidade e embriaguez ao volante).