Fim do ar-condicionado? Técnica que reduz a energia em 40% entrará em funcionamento no Brasil

Ilustrativa/Pixabay

A melhor opção dos dias quentes sem dúvida é o ar-condicionado. Os aparelhos são considerados os melhores remédios para minimizar os impactos das altas temperaturas.

Mas o aparelho da maneira que nós conhecemos, pode estar com os dias contados, se depender de um grupo de cientistas que trabalham por algo mais eficaz e que ao mesmo tempo, não interfira no consumo de energia elétrica.

geotermia superficial começa a virar realidade e no Brasil, uma vez que a ferramenta já começa a ser usada em caráter experimental. A Universidade de São Paulo (USP), vai erguer o 1º edifício climatizado com energia do solo do Brasil.

Tubos colocados dentro das fundações de sustentação da construção permitem a troca de calor, que no subsolo é constante em 24 graus. O sistema permite aquecer ou resfriar ambientes.

Esse uso da geotermia, que há décadas ajuda a aquecer edificações na Europa e dos EUA, começa a sair do papel no Brasil.

Publicidade