Funcionário da Fundação de Cultura de BC é vítima de racismo

Edvaldo Alves Rocha Junior, conhecido como Ed Jr., tem sido alvo de ameaças racistas através do Instagram. Além das funções da FCBC, Ed é designer e produz conteúdo de Balneário Camboriú e tem mais de 5 mil seguidores na rede social.

Recentemente, Ed fez uma crítica sobre a pouca presença de negros em eventos e casas noturnas da cidade – principalmente em materiais de divulgação. Depois disso, as ameaças racistas começaram.

O designer registrou boletins de ocorrência e o delegado regional acompanha o caso. Ed conseguiu identificar os autores do racismo em algumas mensagens, em outras ainda não.

No sábado, ele estava em um evento da fundação Cultural de Balneário Camboriú, onde trabalha, quando recebeu um texto racista enviado por uma moça pelo Instagram.

“Cara, você é preto e pobre. Mora em Balneário Camboriú. Você acha que é fácil a gente ver pessoas como vocês na rua andando e respirando o mesmo ar que respiro? Se põe no nosso lugar cara. Você é preto cara. Você vem da cultura da escravidão”, escreveu em uma parte do texto.

Confira a postagem em que Ed denuncia o crime

Comente Abaixo