Funcionários são presos por desvio de produtos de empresa de logística

No final da tarde de segunda-feira (25), por volta das 17h40, a PM recebeu uma ocorrência referente a diversos furtos de produtos de uma empresa na rodovia Governador Mário Covas (BR-101), no bairro Espinheiros em Itajaí.

No local os policiais conversaram com os dois sócios proprietários da empresa de logística, ambos relataram que descobriram um esquema de desvio de produtos domésticos, como geladeira, forno, cervejeira, aspirador de pó, dentre outros.

O esquema era realizado por quatro funcionários, um homem de 40 anos, que era responsável pela conferência do material que seria transportado; uma mulher de 34 anos e um homem de 19 anos, responsáveis por toda logística dentro da empresa, aumentando ou diminuindo os produtos que seriam transportados; e por último outro homem de 34 anos, responsável pela empilhadeira, que transportava os produtos dentro da empresa sabendo que tinha carga desviada. Os funcionários agiam de forma conjunta, focados na prática dos delitos.

Os sócios proprietários chamaram os seus funcionários para conversar, e três dos quatro funcionários admitiram o desvio dos produtos e que alguns produtos ainda estariam em suas posses.

Todos afirmaram que não sabiam o destino dos produtos, que apenas recebiam o dinheiro do esquema e ficavam com alguns produtos desviados em forma de pagamento, e que apenas uma vez os produtos foram desviados para a casa dos autores do esquema, sendo recebidos na casa de dois deles.

O homem de 40 anos, mesmo sendo citado por todos os autores como participante do esquema, negou qualquer tipo de envolvimento.
A soma total de produtos desviados levantados pela empresa aproxima do valor de R$153.000,00 em produtos subtraídos.

Após os fatos citados, foi dada voz de prisão aos quatro envolvidos, todos foram encaminhados até a Central de Plantão Policial para a realização dos procedimentos legais cabíveis.

A ROCAM foi até a casa dos dois funcionários que receberam os produtos para recolher os objetos furtados, juntamente com o carro da empresa para ajudar no transporte. Ambos os autores autorizaram a entrada dos policiais nas residências para o recolhimento do material furtado.

Itajaí News

Publicidade