Fundações de Esporte e Cultura devem permanecer ativas

O prefeito Fabrício Oliveira determinou à secretária de Gestão Administrativa, Karine Gomes, que seja ajustado o texto da reforma administrativa para manter as fundações de Esporte e de Cultura. A ordem foi dada após reunião com mais de 40 representantes dos dois setores, na tarde desta sexta-feira (23).

Ao longo das discussões, a Administração Municipal se comprometeu em formatar essa alteração resguardando a vinculação com o Turismo, por força do artigo 85, inciso II, parágrafo primeiro da lei orgânica do município, apenas no que diz respeito ao controle finalístico e não de subordinação hierárquica, ou seja, as fundações manterão a autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

“Nosso compromisso é com a modernização e eficiência da gestão pública e, por consequência, a economia, mas não vamos fazer nada que represente um retrocesso. Ouvimos esse grupo, ponderamos e vamos readequar”, garantiu o prefeito.

Fabrício destacou ainda que, com parte da economia prevista devido ao corte de cargos comissionados, os projetos dos fundos municipais dos dois setores devem receber um incremento de cerca de 35%.

“A administração foi receptiva, demonstrou estar aberta às colocações e aos pleitos do coletivo. A decisão de rever a reforma atende o sentimento de quem construiu a Cultura da cidade e os artistas”, disse a escritora Maria Luiza Kuhn, representante da Câmara de Literatura.

Uma nova reunião deverá ocorrer nos próximos dias para apresentação de um novo texto.

Comente Abaixo