Fusca infantil guinchado é devolvido para a dona

menina de 7 anos que viu o carro infantil, réplica de um Fusca conversível com motor de verdade, ser guinchado durante um passeio pela cidade em Itapoá, no Norte catarinense, comemorou a devolução dele nesta segunda-feira (10).

“Ela está numa alegria que vou te dizer, é de chorar”, disse Simone Franca, mãe da criança.
O miniveículo ficou retido por dez dias, após apreensão feita pela Polícia Militar. A negociação foi pacífica e resolvida no âmbito administrativo, segundo o advogado especialista em trânsito, Marcelo José Araújo.

O carrinho foi apreendido enquanto transitava em uma das ruas da cidade no sábado (1º). O brinquedo é de uma criança de 7 anos, filha de Simone Franca.

A família mora no Paraná, mas possui uma casa de praia no litoral catarinense, onde passava o réveillon. Além da menina, no veículo estava o pai dela, que segundo a mãe, fazia a condução.

“Tivemos um resultado bem positivo. Ela [a criança] foi junto, acompanhou tudo. Estava com um pouco de medo, mas a tratativa foi muito bacana e quebrou o medo que ela criou da Polícia Militar”, comentou.
A tese sustentada pelo advogado da família Marcelo José Araújo foi a de que o minicarro poderia ser liberado na condição de carga e não como veículo circular.
Carrinho foi retirado na tarde de segunda-feira (11) — Foto: Simone Franca/ Reprodução

Carrinho foi retirado na tarde de segunda-feira (11) — Foto: Simone Franca/ Reprodução

O advogado disse ainda que não condena a PM no procedimento de apreensão do brinquedo.

“O primeiro ponto que eu coloquei é a legislação de trânsito tem que valer, mas que não é uso comum [essa situação], as pessoas não têm informação”, disse.

O veículo será transportado da cidade catarinense para o Paraná, local onde mora a família, como carga em uma caminhonete. “Não haverá circulação na via pública”, concluiu o advogado.