Gente nova no PSD, bastidores fervendo no estado e BC parado

O PSD de Santa Catarina teve uma ilustre nova nomeação nesta terça-feira(22) em Florianópolis. O jornalista Mario Motta é o novo filiado do partido para concorrer ás eleições para deputado neste ano. Ele deixou a emissora NSC na semana passada.

A cerimônia de filiação aconteceu no gabinete de Milton Hobus e contou com a presença do ex-governador Raimundo Colombo e o prefeito de Lages, Antônio Ceron, que abonaram a ficha. Para a assinatura, esteve presente o prefeito de Chapecó, João Rodrigues. Ah, teve Napoleão Bernardes também.

Pelos corredores

Quem foi visto andando pelos corredores da ALESC nesta terça-feira agitada no Palácio Barriga Verde, foi o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (Podemos). O que chamou atenção foi o fato de Fabrício estar acompanhado do prefeito João Rodrigues. Não era apenas um esbarrão nos corredores, era passinho junto pelos gabinetes da assembleia.

Na caixinha de surpresas da política a gente espera tudo. Será que vem mudanças por ai?

Bastidores

Os bastidores do estado está fervendo. Existe muita gente querendo assumir cadeiras, muita gente grande querendo disputar o governo, mas, na atual circunstância, pouca força individual para levar o pleito. Reforço o que falei anteriormente, Moisés cooptou muito prefeito de cidade pequena com a mentira do Plano 1000. Com isso, angariou força política na mesma pegada de Colombo com o Fundam.

Na minha humilde opinião, existe uma chapa possível para levar essa de lavada. Jorginho Melo e João Rodrigues. O problema é convencer o PSD dessa aliança, já que muitos estão apaixonados pelas nomeações feitas pelo bombeiro nos cabides do estado. Sem contar que o União Brasil já tinha alinhado algo com o PSD, o que deixaria Gean Loureiro em segundo plano.

E em BC? 

Hoje fui questionado por um amigo sobre quem se canditaria em Balneário Camboriú. Juro, fiquei sem respostas. Até o momento, os únicos certos e com chances expressivas de votos é Edson Piriquito e Carlos Humberto. No mais, só aqueles que se lançam para mostrar a cara a cada dois anos e medir a febre do eleitorado, pulverizando votos e deixando a região sem representante. Ah, tem aqueles que querem mudar de partido também. Deve pintar umas surpresas nos próximos dias.

De Itajaí

Quem está correndo atrás da candidatura de deve sair para tentar uma vaga no legislativo estadual mais uma vez é o secretário de desenvolvimento econômico peixeiro, Thiago Morastoni, do MDB de Itajaí. Em 2018, Thiago fez mais de 21 mil votos e mostrou que tem potencial. Eleito vereador com mais de 1800 votos e com uma boa gestão a frente da pasta do desenvolvimento econômico, Thiago deve voar alto em 2022.

Novas eleições em Porto Belo?

Com o anúncio da renúncia do prefeito Emerson Stein (MDB) para concorrer nas eleições de 2022, marcada para 25 de março, uma bomba caiu na cidade nesta terça.

O vice-prefeito Elias Cabral (PL) surpreendeu ao dizer que se o prefeito renunciar, ele também renuncia. O vice-prefeito seria o sucessor natural, mas optou por não assumir o cargo, com o desejo de retornar para a educação, junto à Rede Estadual de Ensino, onde é servidor efetivo

Se isso se concretizar, Porto Belo deve ter uma nova eleição ainda em 2022, tendo em vista que o mandato ainda não completou 2 anos. Sinceramente, eu torço para que isso não aconteça.

Quem assumiria a prefeitura por 90 dias, até que seja realizada novas eleições, é o presidente da Câmara Joel Orlando Lucinda, também do MDB.


Gente nova no PSD, bastidores fervendo no estado e BC parado
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent

Publicidade