Google Earth ajuda a encontrar homem morto há 22 anos

William Moldt sumiu sem deixar vestígios em 7 de novembro de 1997, há 22 anos. Ele tinha 40 anos, quando desapareceu, após deixar uma festa. Seu sumiço virou um mistério, principalmente depois que o inquérito da polícia não deu em nada. Mas o caso foi inesperadamente solucionado.

Tudo aconteceu porque um ex-morador de Grand Isles – cujo nome foi mantido em sigilo – resolveu fazer um passeio virtual por seu antigo bairro. Usou o Google Earth para isso. Durante o passeio, de cima ele percebeu algo estranho num pequeno lago do local.

Ele ligou para um conhecido que havia sido seu vizinho para verificar – o lago era logo atrás da casa dele. Avisado, o tal vizinho pegou um drone e sobrevoou o lado, percebendo que havia algo que parecia um veículo submerso. Imediatamente a polícia local foi acionada e, constatado que era mesmo um carro no fundo do lago, trataram de iça-lo.

Imagem aproximada do Google Earth mostra o veículo com mais nitidez – Reprodução Google Earth

Dentro do veículo, já calcificado, havia um esqueleto. “Surpreendentemente, o veículo estava claramente visível em uma foto de satélite do Google Earth da área desde 2007, mas aparentemente ninguém percebeu até 2019”, publicou o site do Charley Project, banco de dados online sobre casos não resolvidos nos EUA.

O corpo que estava no veículo era Moldt. A suspeita é de que ele tenha perdido o controle do veículo e caído no lago, conforme informou a BBC. A evidência desse caso só apareceu com uma recente mudança no nível da água, que tornou o carro visível.

Comente Abaixo