Grávida desaparecida é achada morta e sem o bebê.

A Polícia Militar localizou, na manhã desta sexta-feira (28), o corpo de Flavia Godinho Mafra, em São João Batista. A jovem, que estava grávida de 36 semanas, desapareceu na quinta-feira (27) e foi vista pela última vez em Canelinha.

A família de Canelinha anunciou o desaparecimento de Flávia no início da noite de quinta-feira. Ela tinha saído na tarde de quinta-feira para ir a um chá de bebê surpresa em São João Batista e não retornou mais para casa.

A última mensagem visualizada no aplicativo de WhatsApp foi às 15h48. Sem notícias, a família divulgou fotos de Flávia nas redes sociais pedindo notícias da moça.

O capitão Márcio Favoretto, da PM de Tijucas, confirmou que está com duas pessoas presas acusadas pelo assassinato, mas ainda não repassou detalhes da ocorrência.

A acusada teria dado entrada no hospital alegando que teve o filho em casa. Só que as enfermeiras desconfiaram da conversa e chamaram a polícia. O caso está sendo investigado pelo delegado Paulo Freyesleben e Silva, de Tijucas. Na tarde desta sexta-feira, as polícias Civil e Militar farão uma coletiva à imprensa sobre o caso.

Segundo informações da PM, duas pessoas foram detidas até o momento, suspeitas de ter assassinado a jovem e levado o bebê dela. Ainda não há informações sobre a criança.

A operação da PM ainda está em andamento.

Em breve mais informações.

Comente Abaixo