Grupo de Camboriú ajuda quem deseja parar de fumar

A primeira turma do Grupo de Combate ao Tabagismo iniciou seus encontros em Camboriú. São 15 participantes, encaminhados para o Grupo pelos médicos da atenção básica à Saúde no Município. Quem participa conta com apoio psicológico, material didático com informações e dicas, além de acompanhamento medicamentoso. A médica do serviço, Raquel Basso, explica que os medicamentos atuam no combate aos sintomas de abstinência e dependência química. Segundo Thalita Berlinck, psicóloga do Grupo, o acompanhamento psicológico prioriza a mudança nos hábitos e o apoio emocional.

“Muitas pessoas enxergam o cigarro como um amigo, um calmante. Na verdade ele não é nada disso: é um estimulante, agrava a ansiedade”, explica Thalita Berlinck. O Grupo de Combate ao Tabagismo tem duração de seis meses. Nas primeiras quatro semanas, o encontro é realizado todas as sextas-feiras. No mês seguinte, o encontro passa a ser quinzenal. A partir disso, o grupo se reúne uma vez por mês até o final do tempo previsto para o tratamento. Caso seja identificada a necessidade de continuidade para algum paciente, ele contará com apoio individualizado pelo período necessário.

Quem tiver interesse em participar dos próximos grupos deve solicitar encaminhamento médico nas unidades básicas de Saúde. O médico encaminha para o Centro de Atenção Psicossocial (Caps), onde é feita uma avaliação psicológica e médica do interessado. “Verificamos se a pessoa pode receber a medicação e também se há de fato a motivação para parar de fumar. O mais importante é o desejo da pessoa de abandonar o vício”, explica a psicóloga.