Guarda Municipal fecha festa rave com 1,2 mil pessoas no PR

Uma festa rave clandestina com cerca de 1,2 mil pessoas foi encerrada pela Guarda Municipal em uma chácara de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, no início da noite de domingo (24).

Mais duas festas clandestinas, uma com 94 pessoas, também em São José dos Pinhais, e a outra, com cerca de 400 pessoas em Contenda, também foram interditadas pela Guarda no domingo.

De acordo com os agentes, na festa rave havia aglomeração no local e os participantes não faziam uso de máscara, contrariando as medidas de prevenção ao coronavírus.

Além disso, conforme a Guarda Municipal, havia consumo de bebidas alcoólicas no local e muitos menores de idade.

O responsável pela festa fugiu após a chegada dos agentes e da Polícia Militar (PM). Até a última atualização da reportagem não havia informações sobre ele.

Toque de recolher

O Governo do Paraná prorrogou, na quinta-feira (7), o toque de recolher no estado das 23h às 5h. De acordo com o novo decreto, a medida vale até 31 de janeiro.

O toque de recolher entrou em vigência no estado em 2 de dezembro e foi prorrogado outras duas vezes, nos dias 17 e 28 de dezembro. Conforme o decreto, a restrição não se aplica aos serviços considerados essenciais.

O objetivo do decreto, segundo o governo, é conter o aumento das transmissões do coronavírus e diminuir o número de internações por outros motivos, como acidentes de trânsito.

Coronavírus na Região Metropolitana de Curitiba

O boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), no domingo (24), apontou que São José dos Pinhais tem 12.401 casos confirmados de Covid-19 e 306 pessoas morreram pela doença. Em Contenda são 794 confirmações e 8 mortes.